Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3835
Título: Filogenia e reclassificação de Pristocera Klug (Hymenoptera: Bethylidae)
Autor(es): ZAMPROGNO, L. N.
Orientador: AZEVEDO, C. O.
Palavras-chave: Palavras-chave Chrysidoidea
Pristocerinae
hipopígio
Data do documento: 27-Fev-2012
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: ZAMPROGNO, L. N., Filogenia e reclassificação de Pristocera Klug (Hymenoptera: Bethylidae)
Resumo: A classificação atual de Pristocera não possui suportes taxonômicos ou cladísticos, o que gera dúvidas na alocação das suas espécies, principalmente com os gêneros Dicrogenium, Kathepyris, Neodicrogenium e Diepyris. Este estudo objetivou verificar a monofilia de Pristocera e apresentar uma hipótese cladística para o gênero. A análise foi baseada em 147 caracteres de 50 táxons terminais. Análises de parcimônia sob pesagem igual e pesagem implícita foram realizadas. Todos os cladogramas obtidos por pesagem implícita recuperaram Pristocera como polifilético. Um grupo monofilético com Pristocera e os demais gêneros do grupo interno é formado, suportado por treze sinapomorfias, sendo uma delas exclusiva: presença de hipopígio dividido em duas partes. Dicrogenium, Kathepyris, Neodicrogenium e Diepyris serão propostos como sinônimos juniores de Pristocera, e o número de espécies serão ampliados de 85 para 124, além disso, redefiniu-se o conceito de Pristocera.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3835
Aparece nas coleções:PPGBAN - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_5344_Lidiana Nogueira.pdf3.97 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.