Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3892
Título: Estudo de identificação e quantificação de trialometanos em água de abastecimento
Autor(es): Rosalém, Sabrina Firme
Orientador: Coelho, Edumar Ramos Cabral
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: ROSALÉM, Sabrina Firme. Estudo de identificação e quantificação de trihalometanos em água de abastecimento. 2007. 96 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Espírito Santo, Centro Tecnológico.
Resumo: O cloro tem sido muito utilizado como oxidante principal de matéria orgânica e também, para inativação de organismos patogênico que vivem em águas naturais. A matéria orgânica encontrada em mananciais superficiais é também chamada de substâncias húmicas. Essas substâncias, quando entram em contato com o cloro ou um de seus derivados (na etapa de pré-oxidação ou desinfecção), reagem, e geram compostos orgânicos halogenados potencialmente cancerígenos, entre eles, encontra-se os trialometanos (TAMs). As estruturas dos trialometanos que se formam em maior quantidade são o clorofórmio, o diclorobromometano, o dibromoclorometano e o bromofórmio, e, a soma dos quatro compostos são chamados de trialometanos totais. Geralmente, esses compostos não são formados instantaneamente em condições naturais, podendo levar dias para que apareçam nas redes de abastecimento. Nas estações de tratamento de água para abastecimento público (ETAs), a etapa de pré-oxidação com o cloro, fornece uma contribuição maior para a formação desses compostos do que qualquer outra fase do tratamento de água
Aparece nas coleções:PPGEA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_2651_Dissertação_Sabrina.pdf4.26 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.