Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3907
Título: Gerenciamento da quantidade e da qualidade de água cinza em uma edificação residencial de alto padrão com vistas ao seu reuso não-potável.
Autor(es): Valentina, Renata Spinassé Della
Orientador: Gonçalves, Ricardo Franci
Data do documento: 27-Fev-2009
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Uma forma de prevenir a escassez de água é favorecer o estímulo do seu uso através de uma gestão integrada, incentivando o uso racional e favorecendo o desenvolvimento de sistemas sustentáveis. Dentre as fontes alternativas de água, a água cinza é considerada a opção mais favorável devido a sua disponibilidade e a baixa concentração de poluentes. Este trabalho teve como objetivo pesquisar a produção e as características físico-químicas e biológicas da água cinza gerada em uma edificação residencial de alto padrão, bem como avaliar o desempenho de uma estação compacta de tratamento de água cinza (ETAC) para reúso não potável na própria edificação. A ETAC consiste de um tratamento combinado anaeróbio-aeróbio seguido de filtração terciária e desinfecção com cloro. As fontes geradoras de águas cinza na edificação são os chuveiros, lavatórios, máquinas de lavar e tanque localizado na área de serviço, que, após o tratamento na ETAC, são reutilizadas nas descargas de bacias sanitárias, lavagem de pisos e rega de jardins. A quantidade de água cinza produzida e o consumo de água de reúso foram avaliados através de cinco hidrômetros instalados no edifício, tanto por leituras diárias quanto por perfis de 24 h. A produção de água cinza foi em média de 13660 L.dia-1, enquanto que o consumo da água de reúso foi, em média de 4327 L.dia-1. O maior consumidor de água de reúso na edificação foram as descargas das bacias sanitárias, representando 83% do consumo. Através do perfil de 24 h pode-se concluir que o horário de maior produção de água cinza coincide com o horário de maior consumo de água de reúso, que é no intervalo entre 12-14 h. O tratamento adotado apresentou elevada eficiência na remoção de turbidez, cor, DBO5, DQO e E. coli, e características compatíveis com diversos padrões estabelecidos para reúso em descargas de bacia sanitária. As características do lodo gerado mostram que os lodos provenientes do reator anaeróbio têm uma maior concentração de sólidos e a relação de SV/ST indica um bom grau de estabilização, característicos dos lodos digeridos anaerobicamente.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3907
Aparece nas coleções:PPGEA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_3159_Dissertação Renata_Versão Final.pdf2.05 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.