Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3913
Título: Avaliação de racionalidades do uso da água na agricultura : desenvolvimento de modelos conceituais e de procedimento metodológico em apoio à co/auto-gestão de microbacias
Título(s) alternativo(s): Assessment of rational uses of water in agriculture : development of conceptual models and methodological procedure in support of catchment co-management
Avaliação de usos racionais da água na agricultura: desenvolvimento de modelos conceituais e de procedimento metodológico em apoio à co/auto-gestão de microbacias
Autor(es): Lopes, Marcos Eugênio Pires de Azevedo
Orientador: Teixeira, Edmilson Costa
Palavras-chave: Racionalização
Gestão adaptativa
Irrigação
Agricultura familiar
Análise multicriterial
Rationalisation
Adaptive management
Irrigation
Smallholder agriculture
River basin game
Multicriteria analysis
Data do documento: 14-Abr-2011
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Este trabalho apresenta o desenvolvimento de procedimento metodológico inovador, aplicável a situações reais, que integra metodologia participativa e análise multicriterial. A metodologia participativa adotada foi o River Basin Game e o método utilizado na análise multicriterial foi o Método dos Pesos Médios (Weighted Average Method). A problemática que justificou a realização deste estudo refere-se: (a) ao entendimento dominante sobre a racionalização do uso de recursos hídricos na irrigação, que representa uma visão parcial, fundamentada essencialmente na necessidade de avanços tecnológicos e (b) ao desequilíbrio entre a gestão de águas formal e local, em parte decorrente da limitação mencionada anteriormente, onde estão relacionados vários aspectos, dentre eles, limitações conceituais das próprias políticas de águas, distanciamento entre instituições técnico-científicas e sociedade, baixa participação da sociedade na gestão de águas. O resultado dessa realidade é a baixa (ou inadequada) implementação das políticas de águas, que acaba por perpetuar modelos de desenvolvimento baseados em conceitos dominantes e, muitas vezes, excluindo segmentos mais fragilizados da sociedade. Nesse sentido, o procedimento metodológico foi aplicado numa situação real, onde se tomou como estudo de caso a análise da gestão de águas agrícolas na microbacia do córrego Sossego, (município de Itarana, Espírito Santo), na qual predominam propriedades de base agrícola familiar e produção agrícola irrigada. Foi possível analisar como a área de estudo se insere no debate da gestão de águas formal e tem enfrentado problemas de escassez hídrica em decorrência da intensificação e do mau uso da água na irrigação. A integração das ferramentas adotadas foi de grande valia, pois, dentre outros avanços, possibilitou envolver, de forma rica e consistente, atores de diferentes níveis e tipos de conhecimento (academia, produtores, instituições públicas) visando à construção de um modelo local e ao levantamento de alternativas para a busca de soluções para o problema da inadequada gestão hídrica. Isso permitiu um maior equilíbrio entre o saber local e o saber técnico e maior aproximação entre estes. Ademais, por meio da aplicação do procedimento metodológico, foi evidenciada a idéia dominante da racionalização, entretanto, há também indícios de que novas racionalidades, por meio da consolidação da co/autogestão local adaptativa, podem ser (já estão sendo) adotadas.
This work presents the development of an innovative methodological procedure, applicable to real situations which integrates participatory methodology and multicriteria analysis. The adopted participatory methodology was the River Basin Game and the method utilised in the multicriteria analysis was the Weighted Average Method. The problematic that justified this study refers to: (a) a dominant understanding about the rationalisation of the use of water resources in irrigation that represents a partial perspective, essentially underpinned by the need of technological advances and (b) the imbalance in between formal and local water management, in part stemming from the aforementioned problematic, whereas various aspects are related to, amongst them, conceptual constraints of water policies, gap between technical-scientific institutions and society, low levels of society participation in water management. This reality results in the low (or inadequate) implementation of water policies that ends up perpetuating development models based on dominant concepts and, often, excluding society’s most disenfranchised groups. In this sense, the developed methodological procedure was applied in a real situation: the analysis of agricultural water management in the catchment of Sossego creek (Itarana city, Espirito Santo state, Brazil). In this area, smallholder farmers and irrigated agriculture are predominant. It was possible to analyse how the study area is subject to Brazilian formal water policy and faces water scarcity, predominantly due to intensification of and inadequate distribution of water in irrigation. The integration of the adopted tools was rather significant as, amongst other advances, it allowed, richly and significatively, the involvement of different stakeholders with diverse levels and kinds of knowledge (Academy, farmers, public institutions) aiming at the construction of a local model and the gathering of alternatives to the search for solutions to the inadequate water management. Hence, this promoted balance between local and technical knowledges. Furthermore, through the application of the methodological procedure, the dominant idea of rationalisation was corroborated, though there is evidence that new rationalities could be (or have already been) adopted, with the benefits and consolidation of adaptive co-management.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3913
Aparece nas coleções:PPGEA - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_4958_Tese Marcos Eugenio P A Lopes - SEM ANEXO E APENDICE.pdf7.3 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.