Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4001
Título: Análise de variáveis direcionadoras de melhores práticas em operações logísticas
Autor(es): Silveira, Marcos Antonio Nunes da
Orientador: Cardoso, Patrícia Alcântara
Data do documento: 14-Ago-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A busca pela identificação de melhores práticas é um desafio constante para qualquer atividade produtiva desenvolvida, seja esta voltada para produção de bens tangíveis ou intangíveis, nesse caso de serviços. Envolvido nesse contexto encontra-se as operações logísticas, compreendendo o processamento de pedidos, gestão de estoque, expedição, transporte e controle do fluxo de informações e recursos aplicados. Foram avaliados os operadores logísticos que atuam no mercado nacional levando-se em consideração aspectos referentes a melhores práticas e variáveis que sejam direcionadoras dessas práticas. O referencial teórico aborda a caracterização de empresas prestadoras de serviços logísticos e critérios para a seleção de operadores logísticos. A identificação de sistemas de medição de desempenho foi abordada, assim como a avaliação de indicadores e conceitos de benchmarking em operações logísticas e modelos de referência. Utilizou-se como base as informações divulgadas na revista tecnologística nº 223 de junho de 2014, que apresenta dados referentes a operadores logísticos que atuam no Brasil. Após a avaliação dos constructos teóricos e tratamento dos dados, foi aplicada a técnica de análise envoltória de dados para identificação de empresas (operadores logísticos) que reúnam informações suficientes para serem consideradas como benchmark. O ranking de eficiência apresentado pelo modelo DEA foi avaliado e as seguintes variáveis foram identificadas como direcionadores de melhores práticas: número de contratos vigentes, número de funcionários, tempo de mercado e área disponível para armazenagem, sendo identificados como INPUTs do processo. O volume de produtos movimentados e a receita líquida foram identificadas como OUTPUTs. Essas variáveis foram organizadas em uma razão entre OUTPUT e INPUTs, que permitiu a avaliação satisfatória entre as empresas avaliadas.
The search for the identification of best practices is an ongoing challenge for developed any productive activity, whether focused on production of tangible or intangible assets, in this case services. Involved in this context is the logistics operations, including order processing, inventory management, shipping, transportation, and control the flow of information and resources applied. This research aims to identify with the companies analyzed whether the concepts set out in the reference models feature practical significance that is present relationship with the reality of logistics operators and are factors that can influence their results from the point of strategic and operational. Check predominant characteristics that are common in logistics operators classified as benchmarks. They evaluated the logistics operators who work in the domestic market taking into account aspects relating to best practices and variables that are direcionadoras these practices. The theoretical framework deals with the characterization of companies providing logistics services and criteria for the selection of logistics operators. The identification of performance measurement systems was discussed, as well as assessment indicators and benchmarking concepts in logistics operations and reference models. It was used based on the information disclosed in Tecnologística magazine # 223 of June 2014, which presents data for logistics providers operating in Brazil. After assessing the theoretical constructs and data interpretation was applied to envelopment analysis of technical data, using standardization, comparative evaluation and analysis of weights assigned by the model, to identify companies (logistics operators) that muster enough information to be considered as a benchmark. The ranking of efficiency presented by the DEA model was evaluated and the following variables were identified as drivers of best practice: number of current contracts, number of employees, time to market and area available for storage, being identified as INPUTs of the process. The volume of handled goods and net income were identified as OUTPUTs. These variables have been organized in a ratio of OUTPUT and INPUTs, which allowed the satisfactory assessment of the evaluated companies.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4001
Aparece nas coleções:PPGEC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9447_Marcos Antonio Nunes da Silveira.pdf3.52 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.