Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4016
Título: Desidratação térmica de lodo de esgoto através da queima do biogás: metodologia para ETE's de pequeno porte
Autor(es): Girondoli, Ludimila Marvila
Orientador: Cassini, Sérvio Túlio Alves
Data do documento: 10-Fev-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Na perspectiva de que, na atualidade, a escolha da tipologia para a estação de tratamento de esgoto (ETE) deve se considerar as exigências tecnológicas, de economia e os anseios da comunidade, é necessária a pesquisa de soluções que busquem a sustentabilidade no processo do tratamento do esgoto,principalmente relacionada aos resíduos gerados nesse processo. Nessa concepção, a associação do biogás como fonte de calor para o tratamento do lodo, ambos resíduos gerados em UASB, passa a ser uma alternativa a ser explorada uma vez que não se verifica a aplicação efetiva dessa associação em companhias de saneamento brasileiras, principalmente quando se trata de estações de pequeno porte. Assim, o objetivo do trabalho foi avaliar a viabilidade da desidratação térmica, através da queima do biogás sobre o leito de secagem, para redução da umidade e da concentração de patógenos do lodo biológico produzido em ETEs de pequeno porte, tendo como estudo de caso a ETE Piaçu. Foram coletadas e analisadas amostras de lodo, ao longo de 21 dias de secagem, para os parâmetros umidade, sólidos totais, sólidos voláteis, coliformes termotolerantes, ovos viáveis de helmintos e Salmonella sp, durante os meses de junho a setembro de 2014. Em relação aos teores de umidade, os valores encontrados para o leito com queima do biogás (média de 15%) foi significativamente menor que os do leito sem queima (média de 28,3%). Para os parâmetros microbiológicos, verificou-se a inativação dos ovos viáveis de helmintos, atendendo ao padrão limitado pela Resolução nº 375/2006. Contudo, para os parâmetros Salmonella sp e coliformes termotolerantes, o calor proveniente da queima do biogás não foi suficiente para elevar a temperatura da massa do lodo e promover a letalidade desses microrganismos de forma a atender a Resolução. Verificou-se que, com a metodologia adotada, haveria uma redução de cerca de 80% dos custos com disposição adequada do lodo da ETE Piaçu e que o retorno financeiro do investimento seria obtido em aproximadamente 4 anos. Assim, a metodologia adotada neste trabalho para a desidratação do lodo através do calor proveniente da queima do biogás, apresentou resultados satisfatórios sendo uma alternativa técnica, ambiental e economicamente viável de utilização energética do biogás para ETEs de pequeno porte
Currently the choice of Sewage Treatment Plant (STP) typology should consider the technological, economic and community requirements. Research solutions that seek sustainability is required in the process of sewage treatment, mainly related to waste generated in the process. In this conception, the association of biogas as a heat source for the treatment of sludge, both waste generated in UASB, becomes an alternative to be explored since there is no effective application of this association in Brazilian sanitation companies, especially in small STP. The objective of the study was to evaluate the feasibility of thermal dewateringthrough burning biogas on the dryingbed, to reduce moisture and pathogen’s concentration of biological sludge made in small STP. Having as a study case the STP from Piaçu. Sludge samples were collected and analyzed over 21 days of drying to the parameters: moisture, total solids, volatile solids, fecal coliform, viable helminths eggs and Salmonella sp infour repetitions, during the months of June to September, 2014. In relation to moisture , the values found for the bed with burning biogas (average 15%) was significantly lower than those bed of without burning (mean 28.3%). For microbiological parameters, there was the inactivation of viable helminths eggs, fulfilling the standard limited by 357/2006 Resolution of Conama. However, for Salmonella sp and fecal coliform parameters, the heat from the burning of biogas was not enough to raise the sludge mass temperature and promote the lethality of these microorganisms in order to fulfill the Resolution. With the methodology adopted it was found that there would be a reduction of about 80% of the costs with adequate sludge disposal of Piaçu STP and the financial return on investment would be achieved in about 4 years. However, the methodology adopted in this study for dewatering the sludge through the heat from the burning of biogas, showed satisfactory results being an alternative technique, environmentally andeconomically viable of energy use of biogas for small STP.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4016
Aparece nas coleções:PPGESA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_8560_Dissertação FINAL - LUDIMILA.pdf3.4 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.