Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4019
Título: IMPACTO DO REUSO DE ÁGUA NO BALANÇO HÍDRICO DE UMA EDIFICAÇÃO CORPORATIVA DE GRANDE PORTE EM VITÓRIA-ES
Autor(es): SOBREIRA, R. G.
Orientador: GONCALVES, R. F.
Palavras-chave: Conservação de água
Reúso
Consumo de água
Viabilida
Data do documento: 16-Jul-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: SOBREIRA, R. G., IMPACTO DO REUSO DE ÁGUA NO BALANÇO HÍDRICO DE UMA EDIFICAÇÃO CORPORATIVA DE GRANDE PORTE EM VITÓRIA-ES
Resumo: A situação de escassez de água no Brasil tem se intensificado com o crescimento populacional concentrado nos centros urbanos, demandando uma quantidade cada vez maior de água que muitas vezes não é aproveitada eficientemente em virtude da falta de planejamento. Diante do contexto de desenvolvimento sustentável a utilização de recursos hídricos representa um desafio para a sociedade brasileira e envolve vários aspectos relacionados às condições sociais e econômicas. Uma forma de prevenir a escassez de água é através da aplicação de uma gestão integrada, incentivando o uso racional dos recursos hídricos e favorecendo o desenvolvimento de sistemas sustentáveis. O uso de fontes alternativas se apresenta como uma opção ecologicamente correta e dentro dos princípios do desenvolvimento sustentável para suprir demandas de água menos nobres. Os edifícios possuem uma diversidade de atividades nas quais águas menos nobres podem ser usadas, representando grande parte da demanda de edifícios residenciais e comerciais, dando destaque para os usos com irrigação de áreas verdes, lavagem de pisos de garagem e carros, descarga em bacias sanitárias água de reposição em torres de resfriamento e lavagem de roupas. O presente estudo visa estudar os efeitos da conservação de água decorrentes de um sistema de reuso de esgoto sanitário implantado em um edifício corporativo de grande porte, a partir da avaliação do consumo de água potável, produção de esgoto e água não potável. Além disso, também foram avaliados os custos de operação e manutenção do um sistema de reuso predial que trata esgoto sanitário a fim de se realizar um estudo de viabilidade econômica do sistema. Os resultados obtidos indicam que o consumo de água de reúso representa uma pequena parcela do consumo de água na edificação estudada, cerca de 6% do total consumido. Constatou-se também que a utilização de água de reúso para os fins não potáveis resultou em um coeficiente de retorno de 0,50 e em um índice de consumo per capita de água potável de 112,9 l/pessoa.dia. Esses resultados não são considerados satisfatórios em razão do baixo volume de água de reuso produzida pela ETE+R, o que gerou um fluxo de caixa negativo indicando inviabilidade financeira do sistema, uma vez que este durante o período de estudo funcionou baixo da sua capacidade de operação. Assim foram elaborados três cenários para avaliar a viabilidade do sistema: operações com 50%, 75% e 100% de sua capacidade. A analise dos três cenários indicou um VPL > 0, a TIR superior a taxa mínima de atratividade e um Payback inferior a quatro anos nos três cenários. Dessa forma concluiu-se que o sistema de reúso predial representa uma alternativa viável para promover o uso sustentável da água, contribuindo para a melhoria da qualidade do meio ambiente e gerando, ainda, benefícios econômicos aos usuários.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4019
Aparece nas coleções:PPGESA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_9054_DISSERTAÇÃO_Romena_rev 01 (1).pdf3.86 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.