Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4023
Título: SOBRE O PROJETO DE FILTROS DIGITAIS DE SEGUNDA ORDEM IMUNES A CICLOS LIMITE
Autor(es): CAMPONEZ, M. O.
Data do documento: 30-Dez-1998
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: CAMPONEZ, M. O., SOBRE O PROJETO DE FILTROS DIGITAIS DE SEGUNDA ORDEM IMUNES A CICLOS LIMITE
Resumo: Um conjunto de três seções de segunda ordem no espaço de estados livres de ciclos limite a entrada constante, foi proposto em 1986, para serem usadas na implementação de filtros digitais na forma paralela ou cascata. Estas seções foram chamadas respectivamente de estrutura do tipo I, estrutura do tipo II (que é inteiramente igual ao primeiro tipo) e estrutura do tipo III. Estas estruturas são diferentes de outros blocos de segunda ordem livres de ciclo limite a entrada constante no sentido que elas são computacionalmente menos complexas. Conforme mostrado no artigo que a introduziu, a estrutura do tipo I é uma estrutura de baixo ruído, quando comparada com a rede de mínimo ruído sintetizada sob escalamento L¥. Infelizmente, devido ao fato da rede tipo III ser ligeiramente mais complexa que a rede do tipo I (ela exige mais três somadores de duas entradas para ser computada corretamente), sua síntese e seu desempenho a nível de ruído sequer foram abordadas no artigo inicial. Porém, foi demostrado que a estrutura do tipo III apresenta variância relativa do ruído inferior à da estrutura do tipo I, para filtros passa-baixas escalados em L2. Então, neste trabalho, a estrutura do tipo III é revisada, e novas estratégias são propostas para sintetizá-la. Quando adequadamente projetada, mostra-se que sua variância relativa do ruído é mínima. Tanto o escalamento L2 quanto o escalamento L¥ são considerados. Exemplos são mostrados , os quais ilustram os resultados apresentados. Finalmente a fim de ressaltar o bom desempenho a nível de ruído da estrutura tipo III projetada segundo as estratégias aqui discutidas, ela é comparada com o desempenho de algumas outras estruturas de filtros conhecidas da literatura. A conclusão é que a nova estrutura do tipo III aqui proposta é uma boa candidata a bloco construtivo para a implementação de filtros de banda estreita de ordem elevada.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4023
Aparece nas coleções:PPGEE - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_2252_Dissertacao de Mestrado Marcelo Oliveira Camponez.pdf664.46 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.