Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4170
Título: Análise Comparativa da Medição de Vazão em Flare Por Tecnologia Ótica e Pitometria Utilizando Túnel de Vento
Autor(es): SILVA, F. C.
Orientador: Ramos, R.
Palavras-chave: medidor de vazão por velocimetria óptica (OFM)
Laser two fo
Data do documento: 25-Jul-2012
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: SILVA, F. C., Análise Comparativa da Medição de Vazão em Flare Por Tecnologia Ótica e Pitometria Utilizando Túnel de Vento
Resumo: Com os recentes descobertas da indústria petrolífera brasileira relacionadas às reservas no pré-sal, a tecnologia de medição de vazão está sendo re-avaliada, tendo em vista as grandes concentrações de CO2 encontradas nessas reservas. Uma tecnologia que possui níveis de precisão semelhantes aos obtidos com os medidores de vazão utilizados atualmente e que possui as características de independência com relação à composição e propriedades termodinâmicas dos gases é a tecnologia de medição de vazão por velocimetria óptica (OFM). O presente trabalho se dedica a estudo experimental, de comparação das leituras de velocidade entre tubo de Pitot e medidor de vazão por velocimetria óptica. Para isso foi efetuada qualificação e quantificação dos perfis de velocidades dentre as configurações possíveis de escoamento no túnel de vento, propondo metodologia de uso de retificadores de fluxo e amortecimento das leituras obtidas com o tubo de Pitot, e análises de leituras realizadas com o sensor óptico visando avaliar os efeitos de instalação do dispositivo nos resultados obtidos. Os resultados indicam que medidores de vazão ópticos por tempo de trânsito, para níveis médios e altos de velocidade, podem fornecer leitura coesa da vazão mesmo estando num desalinhamento do até ±5º, apesar de constar no manual de instalação do fabricante, garantia destes resultados do medidor quando num desalinhamento de, no máximo, até 2%. Com relação ao efeito intrusivo do sensor óptico nas leituras simultâneas com o tubo de Pitot, percebe-se, em geral, que a partir de aproximadamente Re>205x103, o efeito intrusivo desta influência foi suprimido por outros efeitos. Por fim, temos que para uma devida caracterização do escoamento por meio de pitometria, para comparação com a medição Laser, e alcançar satisfatórios resultados com o tubo de Pitot foi necessário fazer-se uso de dispositivos específicos de retificadores de fluxo e de amortecimento (dumping) dos valores medidos. Palavras-chave: medidor de vazão por velocimetria óptica (OFM), Laser two focus (L2F), pitometria, Pré-sal.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4170
Aparece nas coleções:PPGEM - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_5788_Versão para Impressão - Felipe Carvalho da Silva.pdf4.11 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.