Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4186
Título: Análise dinâmica de problemas escalares não-homogêneos através do método dos elementos de contorno
Autor(es): Santolin, Wagner Dalvi
Orientador: Loeffler Neto, Carlos Friedrich
Coorientador: Markcilei Lima, Dan
Data do documento: 30-Mar-2006
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Uma das Maiores limitações do Método dos Elementos de Contorno (MEC) encontra-se na modelagem de problemas cujo meio contínuo é não-homogêneo. Nestes casos, tradicionalmente emprega-se o recurso da divisão do domínio em sub-regiões para se proceder á modelagem numérica, recurso este de relativa onerosidade. No presente trabalho, propõe-se uma alternativa a este procedimento tradicional, adaptando-se a formulação com Quase-Dupla Reciprocidade. Tal Formulação é capaz de tratar a heterogeneidade de modo especial e conduzir o equacionamento integral do modelo matemático e sua conseqüente discretização exclusivamente em termos de valores de contorno, sem necessidade de sub-regiões. Uma das mais promissoras aplicações dos modelos não homogêneos na atualidade é a análise sísmica para prospecção de petróleo. Nestes casos, se faz necessário modelar também o fenômeno da propagação de ondas, casos estes complexos e de difícil simulação numérica. Para implementar a ação dinâmica, empregou-se aqui a técnica da Dupla Reciprocidade tradicional, pela sua simplicidade. A discretização temporal foi feita através de um esquema incremental com amortecimento fictício, visando diminuir a ação dos altos modos de vibração, normalmente embutidos na resposta transiente e mal representados no modelo numérico. Exemplos de simulação estática e dinâmica são apresentados, e seus resultados são comparados com soluções analíticas disponíveis, visando à correta aferição da eficiência da formulação na obtenção de resultados numéricos. Para o caso dinâmico, uma solução analítica de razoável complexidade foi gerada exclusivamente com esta finalidade. Efeitos do refinamento da malha, do valor do incremento do tempo e da taxa de variação das propriedades constituintes do meio foram alguns dos fatores avaliados peles simulações numéricas realizadas.
One of the biggest limitations of the Boundary Element Method (BEM) consists in modeling non-homogeneous problems. To minimize the onerous task to make models using the subregions technique, the Quasi-Dual Reciprocity formulation was adapted to simulate these cases. Such formulation is able to deal with heterogeneities by a special way ceding to lead the integral formulation of the mathematical model and its consequent discretization exclusively in terms of boundary values, without necessity of sub-regions. One of the most promising applications of the non-homogeneous models in the present time is the seismic analysis for prospection of oil. In these cases if it also makes necessary to represent the wave propagation phenomena, cases these, very cumbersome and complex. It is very common the numerical simulation of dynamic problems implies in badly accuracy to represent high vibration modes. This fact can distort the numerical reply sufficiently and the use of an incremental time step scheme with fictitious damping is usually requested, to avoid the tax of waste of the numerical response. Thus, this work has the objective to analyze the performance of the formularization cited in non-homogeneous problems, in which admits dynamic processes. While the Quasi-Dual formulation is used to model the material properties, the traditional Dual Reciprocity technique also is here employed, with the purpose of modeling the dynamic action.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4186
Aparece nas coleções:PPGEM - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_631_Tese Final wagner.pdf2.98 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.