Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4313
Título: Rimbaud : um subalterno híbrido em contexto colonial?
Autor(es): Barbosa, Lohaine Jardim
Orientador: Rodrigues, Márcia Barros Ferreira
Palavras-chave: Subalternidade
hibridização
Colonial
Data do documento: 11-Mar-2011
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Esse trabalho visa produzir reflexões sobre subalternidade e hibridização, a partir de uma leitura indiciária da obra e vida de Arthur Rimbaud, propondo a leitura de Rimabud enquanto uma voz subalterna hibrida em contexto colonial. No primeiro capítulo, construindo um campo de visões/enunciações da subalternidade presentes em suas obras. Destaco o “ocidente subalterno”, propondo a leitura da "enunciação poética" de Rimbaud enquanto uma enunciação subalterna em contexto colonial. Ao discutir o poeta hibrido, proponho a noção de “subjetividade subalterna”1 e enfatizo a importância das teorias que tratam dos processos de hibridação para uma melhor compreensão dos complexos fenômenos de formação e transformação das subjetividades em condições de subalternidade. Em finalização, destaco a proposta de método para empreender o conhecimento e o “Eu” da contingência e da sobreposição, presente nas poesias de Rimbaud, e empreendo uma reflexões sobre o conceito de ciência e o status das ciências sociais hoje, no Brasil contemporâneo.
That work is going to produce reflections about subalternidade and hibridização, from a reading indiciária of the work and life of Arthur Rimbaud, propondo the reading of Rimabud while a subordinate voice hibrida in colonial context. In the first chapter, building a field of visions/enunciations of the subalternidade present in its works. I detach the "subordinate west", propondo the reading of the "poetic enunciation" of Rimbaud while a subordinate enunciation in colonial context. Upon discussing the poet hibrido, I propose the notion of "subordinate subjectivity" and I emphasize the importance of the theories that try the trials of hybridization for a better comprehension of the complex phenomena of formation and transformation of the subjectivities in conditions of subalternidade. In end, I detach the proposal of approach for enterprising the knowledge and the "I" of the contingency and of the superimposition, present in the poetry of Rimbaud, and empreendo a reflections about the concept of science and the status of the social sciences today, in Brazil contemporary.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4313
Aparece nas coleções:PPGCSO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_4152_.pdf602.93 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.