Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4316
Título: O Prêmio Inoves e a Construção de uma Nova Gestão Pública no Estado do Espírito Santo
Autor(es): FREITAS, M. R.
Orientador: SILVA, M. Z. E.
Palavras-chave: Prêmio INOVES
reforma administrativa
relações humanas
Data do documento: 29-Mar-2012
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: FREITAS, M. R., O Prêmio Inoves e a Construção de uma Nova Gestão Pública no Estado do Espírito Santo
Resumo: A presente dissertação possui como objeto de analise o Prêmio INOVES, investigando em que medida esse instrumento de incentivo ao desenvolvimento organizacional e de desburocratização está contribuindo para se atingir as metas estabelecidas de mudar a gestão pública estadual por meio de inovação que qualificam e reduzem a ineficiência do serviço público. Inserido no debate que envolve as mudanças na administração pública como a discussão entre estrutura institucional e ação, o presente projeto de investigação está referenciado pelas teorias da Sociologia das Organizações e pelas idéias de Max Weber (1864-1920) sobre burocracia. Como metodologia adotamos a pesquisa documental, a partir da analise dos relatórios de gestão que os participantes do prêmio INOVES apresentam no momento da inscrição e a aplicação de entrevistas semi-estruturadas com o coordenador do Prêmio e o Secretário da Seger. A idéia básica que perpassa a criação do prêmio está no pressuposto de que se mudarmos o desenho institucional da administração pública, focando no potencial pró-ativo dos indivíduos que estarão atuando nas organizações pública, sairemos da incomoda equação de que as ações do setor público são iguais à ineficiência e altos custos.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4316
Aparece nas coleções:PPGCSO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_4270_.pdf1.2 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.