Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4372
Título: Cognição Espacial de muriquis-do-norte (Brachyteles hypoxanthus - Primates, Atelidae)
Autor(es): MARQUES, K. L. S.
Orientador: MENDES, S. L.
Palavras-chave: Palavras-chave: Brachyteles hypoxanthus
mapa topológico
co
Data do documento: 30-Jul-2014
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: MARQUES, K. L. S., Cognição Espacial de muriquis-do-norte (Brachyteles hypoxanthus - Primates, Atelidae)
Resumo: Muitas espécies de primatas vivem em grandes áreas de vidas e viajam trajetos extensos, diariamente, em busca de alimentos, água e sítios de dormida. Estudos indicam que os primatas se deslocam pelo ambiente de forma não randômica, navegando entre recursos de forma orientada. Entretanto, os detalhamentos sobre como esses animais decodificam as informações espaciais internamente e como eles usam essas informações para navegar em suas áreas de vida ainda são pontuais. Nós investigamos os padrões de navegação de muriquis-do-norte (Brachyteles hypoxanthus) em um fragmento de Mata Atlântica, no Espírito Santo, Brasil. Acompanhamos os muriquis-do-norte por 87 dias, divididos em duas temporadas de coletas de dados: uma em 2008/2009, onde os registros de varredura instantânea eram obtidos a cada dez minutos e outra em 2011/2012, onde os registros eram realizados a cada 5 minutos. Nossos principais objetivos foram: 1) Identificar os mecanismos de orientação utilizados pelos muriquis-do-norte em seu deslocamento diário; 2) Investigar se as velocidades e linearidades no deslocamento são alteradas dependendo do recurso explorado; 3) Investigar como os muriquis escolhem seus sítios de dormida e a relação dessas localidades com o deslocamento diário desses animais. Os resultados indicam que os muriquis-do-norte utilizam um sistema de rotas preferenciais conectadas entre si por conjunções, consistente com o uso de mapa topológico. O deslocamento dos animais é mais veloz quando navegam para fontes alimentares, sítios de descanso e sítios de dormida do que para locais classificados como não objetivos. São seletivos na escolha dos sítios de dormida, optando por locais próximos às conjunções da rota habitual que forneçam conforto térmico e facilidade no forrageio. Os dados apresentados nesse estudo são evidências de que os muriquis-do-norte se deslocam de forma eficiente e não randômica entre os recursos de seu habitat, e conhecem os recursos presentes no ambiente em que vivem.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4372
Aparece nas coleções:PPGBAN - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_7908_Karoline Luiza.pdf2.79 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.