Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4405
Título: A influência das configurações urbanas na formação de microclimas : estudo de casos no município de Vitória-ES
Autor(es): Miyamoto, Mirian Tatiyama
Orientador: Alvarez, Cristina Engel de
Coorientador: Pezzopane, José Eduardo Macedo
Palavras-chave: Microclima urbano
Planejamento urbano sustentável
Metodologia de medição climática
Data do documento: 16-Mar-2012
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: MIYAMOTO, Mirian Tatiyama. A influência das configurações urbanas na formação de microclimas: estudo de casos no município de Vitória-ES. 2012. 152 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Artes.
Resumo: O uso e a ocupação do solo são fatores que influenciam diretamente na formação de diferentes microclimas urbanos, uma vez que as estruturas urbanas, sua densidade construída e os elementos naturais interferem nas condições climáticas das cidades. A crescente urbanização, juntamente com a falta de um planejamento atento a questão ambiental, vem ocasionando problemas na qualidade de vida urbana, tais como a poluição do ar e a formação das ilhas de calor. Diante desta problemática, diversas pesquisas multidisciplinares se voltam para os aspectos relacionados ao conceito de planejamento urbano sustentável, objetivando desenvolver soluções que visam melhorar o desempenho ambiental do meio urbanizado. Nesse contexto, esta pesquisa objetiva avaliar a influência da configuração urbana na formação dos microclimas urbanos, através de uma metodologia específica de medição, tendo como território de aplicação uma parcela urbana do município de Vitória ES. A metodologia da pesquisa se desenvolveu com base no referencial teórico, que resultou inicialmente na definição da amostragem da parcela urbana para o estudo de casos, onde foram selecionados, analisados e efetuadas medições climáticas em quatro pontos representativos de configurações urbanas distintas. As medições registraram dados de temperatura e umidade, sendo realizadas simultaneamente durante as horas mais quentes do dia. Após a discussão dos resultados das análises quantitativa e qualitativa conclui-se que fatores como a alta densidade construída, a falta de vegetação, a aglomeração de edificações com tipologias e gabaritos muito semelhantes, os pequenos afastamentos, a grande quantidade de materiais de superfície reflexivos e a direção das ruas de forma perpendicular aos ventos dominantes ou paralela ao percurso do sol acarretam mudanças nos elementos climáticos restringindo o movimento do ar e aumentando a temperatura. Em contrapartida, o conjunto de fatores como a baixa densidade, abundância de vegetação, proximidade ao mar e pequena quantidade de superfícies construídas, mantêm as temperaturas amenas durante todo o dia. No entanto, observa-se que apesar do crescimento dos estudos sobre os fenômenos microclimáticos urbanos, é perceptível a dificuldade de incorporação de tais conhecimentos no processo de planejamento, principalmente em função das limitações e complexidade da temática. Palavras-chave: Microclima urbano. Planejamento urbano sustentável. Metodologia de medição climática.
The use and occupation of the soil are factors that directly influence the formation of different urban microclimates, as urban structures, building density, and natural elements interfere with the climactic conditions of the cities. The growing urbanization and the lack of planning attentive to the environment have been causing problems in the quality of the urban life, such as the air pollution and the formation of heat islands. Facing these problems, several multidisciplinary researches turn to the aspects related to the sustainable urban planning, aiming to develop solutions to improve the development of the urban environment. In this context, the objective of this research is to evaluate the influence of the urban configuration in the formation of urban microclimates through a specific methodology of measurement. The research is based on a methodology which selected initially a sample in the urban area of the city of Vitoria - ES for the case study. In this study, four representative areas of different urban configurations have been selected, analyzed and measured. The data collected showed temperature and humidity, both measured simultaneously during the warmest hours of the day. The results of the quantitative and qualitative analysis were high building density, lack of vegetation, cluster of buildings with similar typology and number of floors, small gaps, large quantity of materials with reflexive surfaces, and the direction of streets in a perpendicular position to dominant winds or parallel to the sun movement. All these factors consequently restrict the airflow and raise air temperature. On the other hand, a group of factors such as low building density, abundant vegetation, close distance to the sea and small quantity of built surfaces keep temperatures cool during all day long. Even though there has been a growth in the urban microclimates studies, it is clear that it is difficult to apply the knowledge in the process of planning, especially due to the limitations and complexity of the subject.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4405
Aparece nas coleções:PPGAU - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_5502_Mirian Tatiyama.pdf8.7 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.