Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4421
Título: O edifício como articulador morfofuncional do entorno urbano : o bairro Enseada do Suá (Vitória - ES)
Autor(es): Lamego, Marcos Queiroz
Orientador: Campos, Martha Machado
Palavras-chave: Sustentabilidade urbana
Entorno urbano
Configuração urbana
Data do documento: 25-Out-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: LAMEGO, Marcos Queiroz. O edifício como articulador morfofuncional do entorno urbano: o bairro Enseada do Suá (Vitória - ES). 2013. 139 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Artes.
Resumo: Verifica-se, atualmente nas cidades brasileiras, a dominância de uma arquitetura com características que causam segregações, constituindo um tecido urbano fragmentado, com espaços urbanos não funcionais e/ou edificações que conformam barreiras físicas à visibilidade e micro-mobilidade, gerando inadequações das condições físicas do entorno, constituindo a problemática desta dissertação. Esses efeitos são potencializados por fenômenos urbanos como dispersão e compacidade, quando analisados em escala urbana. Entendendo as implicações sistêmicas que tornam os edifícios formadores do todo urbano e, portanto, das cidades, os estudos dos problemas urbanos abordados nesta dissertação são tratados em duas escalas: a escala do edifício concernente à arquitetura e a escala da cidade relativa ao bairro. Este entendimento sistêmico refere-se aos desdobramentos dos impactos arquitetônicos ao entorno urbano, que são condicionados pelo uso, ocupação, a capacidade de adequação a estrutura viária e ao grau de integração física ao tecido urbano e a paisagem. Tomando como base o argumento de que a arquitetura influencia o entorno urbano, o edifício, em sua forma e uso, pode implicar em transformações no tecido e paisagem urbana, a dissertação apresenta a hipótese de que as edificações possuem importante papel como articulador morfofuncional na promoção de um tecido urbano mais coeso. Considera-se que certas arquiteturas possuem características que têm melhor relação ao entorno urbano quando adotam preceitos relativos à problemática da sustentabilidade urbana em suas dimensões espaciais, morfológicas e paisagísticas. Esta dissertação contempla o estudo de caso empírico em escala urbana, analisando o bairro de Enseada do Suá, do município de Vitória, e em escala arquitetônica, por meio da seleção de dois exemplares edilícios. Os resultados buscam demonstrar o potencial do estudo e a necessidade da arquitetura do edifício articular com o entorno, assimilando parâmetros de complementaridade quanto ao uso e gabaritos, engendramento à trama viária, democratização do solo, permeabilidade quanto ao acesso físico e visual em relação à paisagem.
It is verified, currently in the Brazilian cities, that the dominance of an architecture with features causing segregations constituting a fragmented urban tissue, with nonfunctional urban spaces and / or buildings that form physical barriers to visibility and micro - mobility, generating inadequacies of the physical conditions of the surroundings, making the problem of this dissertation. These effects are exacerbated by urban phenomena as sprawl and compacity when analyzed on an urban scale. Understanding the systemic implications that make buildings trainers the all urban and, therefore, the cities, studies of urban problems addressed in this dissertation are treated at two scales: the scale of the building concerning the architecture and scale of the city on the neighborhood. This systemic understanding refers to the developments the architectural impacts to urban environment, which are conditioned by the use, occupancy, capacity of adaptation to the road structure and the degree of physical integration into the urban fabric and landscape. Based on the argument that architecture influences the urban environment, the building, in form and use, may imply in changes in the tissue and townscape, the dissertation presents the hypothesis that the buildings have an important role as articulator morphofunctional in promoting a urban tissue more cohesive. It is considered that certain architectures posses characteristics that have better relative to urban environments as they adopt provisions relating to the issue of urban sustainability in their spatial dimensions, morphological and landscape. This dissertation contemplates the empirical case study on an urban scale, analyzing the neighborhood Enseada do Suá, the city of Vitória, and architectural scale, through the selection of two exemplary building standards. The results seek to demonstrate the potential of the study and the need to articulate the architecture the building with the urban surroundings and assimilate parameters of complementarity as the use and the height, engendering the mesh road, democratization of the soil, permeability as physical and visual access and in relation to the landscape.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4421
Aparece nas coleções:PPGAU - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_6918_Marcos Queiroz Lamego.pdf18.04 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.