Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4441
Título: Rede Globo e territorialidades : controle e sobrevivência sob a ótica do paradigma da complexidade
Autor(es): Mantovaneli, Wagner Piassaroli
Orientador: Martinuzzo, José Antonio
Data do documento: 20-Nov-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A presente pesquisa tem por objetivo investigar a relação entre a Rede Globo e o contexto da sociedade de controle. Para esse fim, descreveremos uma história das estratégias do comportamento da Rede Globo no âmbito político e econômico para que possamos situá-la no contexto pretendido sem, contudo, desfazermo-nos do amplo processo histórico que nos leva a tal relação. Estudaremos esse objeto e sua relação com o contexto a partir de uma visão sobre o social, que é o da economia política. A partir de definição proposta por Vincent Mosco, decidimos analisar o social em termos de mútua constituição entre a reprodução social (economia) e o poder de controle social (política), capaz de nos levar a uma concepção de um todo dinamizado pelo processo histórico. Do início aos presentes dias em que atua a família Marinho, é evidente seu papel durante o processo de industrialização e na consolidação de uma sociedade brasileira moderna relacionada ao contexto das relações globais de sobrevivência. O sistema de comunicação nacional que ajudaria a montar em território nacional passaria, cada vez mais, a coadunar-se com o sistema mundial de comunicação, capitaneado pelos Estado Unidos, sobretudo. Nessa conjunção, chegamos à sociedade de controle, formada por territorialidade global e local em relação recursiva. Para estudar todo esse processo não nos vimos confortáveis, antes, sem saber lidar com a complexa teia que envolve o social. Saber lidar com essa complexidade é, em primeiro lugar, conhecer as possiblidades que o conhecimento tem para produzir um pensamento condizente com as múltiplas relações organizadas em determinado sistema metodológico. Buscamos no paradigma da complexidade de Morin uma saída para entender o conhecimento e torná-lo coadjuvante no entendimento do que se tece em conjunto em sociedade. Ver nosso objeto a Rede Globo como ator importante no grande jogo da sociedade de controle envolve pensar os sistemas territoriais onde negocia seu poder, produzindo e sendo produzido ao mesmo tempo pelas forças sociais. Pensar em tantas relações e relações de relações não nos leva senão a render-se a um paradigma de complexidade, ou seja, de um conhecimento capaz de lidar com uma realidade composta de ordem e de caos em mútua constituição.
This research aims to investigate the relationship between Rede Globo and control society context. To this end, we describe a history of Rede Globo behavioral strategies in the political and economic framework so that we can place it in the desired context without, however, forgetting the extensive historical process that leads to such a relationship. We will study this object and its relationship to the context from a perspective of the social, which is the political economy. From definition proposed by Vincent Mosco, we decided to analyze the social in terms of mutual constitution of the social reproduction (economy) and the social control (policy), able to take us to a conception of a totality dinamized by historical process. From the beginning to the present day where Marinho family is still present, it is evident its role during the Brazilian industrialization process in the consolidation of a modern Brazilian society related to the context of overall survival relations. The national communication system that would help to aggregate the country would be, increasingly, consistent with the worldwide system of communication, led by the United States, especially. In this conjunction, we come to the society of control, consisting of global and local territoriality in recursive relationship. To study this process we could not find ourselves comfortable before knowing how to deal with the complex web involving the social. Dealing with this complexity is, first, to know the possibilities that knowledge has to produce a consistent thought with the multiple relations organized in certain methodological system. We found in Morin’s complexity paradigm a way to understand the knowledge and make it a good tool to the understanding of what is woven together in society. Seeing our object - Globo - as a major player in the great game of control society involves thinking the territorial systems in which it negotiates its power, producing and being produced at the same time by social forces. Thinking of so many relations and relations of relations brings us to surrender to a paradigm of complexity, that is, a knowledge capable of dealing with a reality made up of order and chaos in mutual constitution.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4441
Aparece nas coleções:POSCOM - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9346_DISSERTAÇÃO - WAGNER PIASSAROLI MANTOVANELI20160126-103742.pdf2.44 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.