Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4445
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorSILVA, I. V.
dc.date.accessioned2016-08-29T15:34:27Z-
dc.date.available2016-07-11
dc.date.available2016-08-29T15:34:27Z-
dc.identifier.citationDESTEFANI, A. C., PAPEL DA OVARIOTECTOMIA NO APARECIMENTO DE SINAIS HISTOPATOLÓGICOS ASSOCIADOS AO MAL DE ALZHEIMER EM CAMUNDONGOS APOE KNOCKOUTpor
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/4445-
dc.format.mediumtexten
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titlePAPEL DA OVARIOTECTOMIA NO APARECIMENTO DE SINAIS HISTOPATOLÓGICOS ASSOCIADOS AO MAL DE ALZHEIMER EM CAMUNDONGOS APOE KNOCKOUTpor
dc.typemasterThesisen
dcterms.abstractA Doença de Alzheimer é uma moléstia degenerativa progressiva que compromete elementos do sistema nervoso central, associado com a perda de memória e com a demência. Na DA são observadas placas extracelulares, que são constituídas por depósitos do peptídeo beta-amilóide e de emaranhados neurofibrilares intracelulares, que podem estar associados aos filamentos intermediários, principalmente na região do hipocampo e do córtex cerebral. Estudos moleculares e anamnéticos têm sugerido a presença de elementos genéticos associados a esta fisiopatologia, como os genes APOE, BETA-AMILÓIDE E TAU além dos níveis glicêmicos e lipídicos. Sabe-se que a incidência da doença aumenta rapidamente com o avanço da idade e que a Doença de Alzheimer afeta proporcionalmente mais as mulheres do que os homens. Acredita-se que o declínio dos níveis de hormônios gonodais em mulheres pós-menopausa pode contribuir para a diferença observada entre os sexos. O presente trabalho objetivou verificar a influência da ApoE e dos hormônios sexuais femininos sobre os aspectos moleculares envolvidos na formação da placa senil no sistema nervoso central de camundongos fêmeas C57 e ApoE KO utilizando a ovariectomia (OVX) como agente mimetizador da menopausa em mulheres. Foram utilizados 14 camundongos fêmeas C57 e 14 camundongos fêmeas ApoEKO (knockout para o gene da apolipoproteína E) com oito meses. Realizaram-se técnicas histológicas (Cajal, Bielschowsky e Tioflavina S) para a visualização de placas senis em seções cerebrais. Análises plasmáticas de glicose, colesterol, triglicerídeos, c-HDL, VLDL e LDL também foram avaliadas. A formação e a distribuição da proteína βA, da proteína Tau, da proteína Tau [pS199] e do BDNF foram analisadas via ELISA. Os resultados obtidos sugeriram que a ovariectomia promoveu a depleção significativa de estradiol (E2) e BDNF e aumentou significativamente os níveis de βA, Tau e Tau [pS199] em diferentes compartimentos biológicos quando comparados ao controles. Neste ínterim, sugere-se que os hormônios sexuais femininos juntamente com a ApoE modulam o clearence de algumas moléculas associadas à formação da placa senil e emaranhados neurofibrilares característicos da Doença de Alzheimer. Palavras-chave: Doença de Alzheimer, Apolipoproteína E, Proteína Tau, BDNF, Estrógenos e Ovariectomia.por
dcterms.creatorDESTEFANI, A. C.
dcterms.issued2010-07-27
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Biotecnologiapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Biotecnologiapor
Aparece nas coleções:PPGBIO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_4148_Dissertação_Afrânio Cogo.pdf4.91 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.