Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4493
Título: Potencialidade dos genes CD44, DAPK, MGMT e RUNX3 como biomarcadores epigenéticos no câncer oral
Autor(es): Reis, Raquel Silva dos.
Orientador: Louro, Iúri Drumond
Data do documento: 9-Out-2014
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: REIS, Raquel Silva dos. Potencialidade dos genes CD44, DAPK, MGMT e RUNX3 como biomarcadores epigenéticos no câncer oral. 2014. 85 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2014.
Resumo: O câncer oral possui alta incidência e taxa de mortalidade em diversas regiões do mundo, sendo o carcinoma epidermoide seu tipo histológico mais comum. Durante a tumorigênese, a hipermetilação de ilhas CpG é considerada um importante mecanismo de silenciamento gênico, podendo estar associada aos fatores de risco como o consumo de álcool e tabaco. Os genes CD44, DAPK, MGMT e RUNX3 participam de vias relacionadas a adesão celular, apoptose, reparo do DNA e proliferação. No intuito de estudar a associação entre a hipermetilação e características clínicas do paciente e do tumor, o perfil de metilação destes genes foi avaliado por MS-PCR (PCR específica para metilação) em um total de 85 amostras de carcinoma epidermoide oral. As frequências de hipermetilação obtidas para DAPK, MGMT e RUNX3 foram 41,2%, 20,5% e 1,5%, respectivamente. Nenhuma amostra positiva foi detectada para CD44. A hipermetilação em pelo menos uma dessas regiões foi constatada em 51,7% dos casos.
Oral cancer shows high incidence and mortality rate in various regions of the world, being squamous cell carcinoma its most common histological type. During tumorigenesis, hipermethylation of CpG islands is considered an important mechanism of gene silencing, possibly associated with risk factors, such as tobacco and alcohol consumptio n. CD44, DAPK, MGMT and RUNX3 genes participate in signaling pathways related to cell adhesion, apoptosis, DNA repair and proliferation. Aiming to study the association of hypermethylation and patient clinical characteristics, gene methylation profile was evaluated by MS-PCR (methylation specific PCR) in 85 samples of oral squamous cell carcinoma. Hypermethylation frequencies of DAPK, MGMT and RUNX3 were 41.2%, 20.5% and 1.5%, respectively. Positivity was not detected for CD44. Hypermethylation was found for at least one region in 51.7% of cases.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4493
Aparece nas coleções:PPGBIO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_8180_Dissertação_Raquel Reis.pdf1.71 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.