Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4503
Título: PAI-1 expressa no infiltrado inflamatório intratumoral em pacientes com carcinoma epidermoide de cavidade oral
Autor(es): Couto, Cinthia Vidal Monteiro da Silva
Orientador: Conforti, Adriana Madeira Álvares da Silva
Data do documento: 25-Fev-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: COUTO, Cinthia Vidal Monteiro da Silva. PAI-1 expressa no infiltrado inflamatório intratumoral em pacientes com carcinoma epidermoide de cavidade oral.
Resumo: O carcinoma epidermoide de cavidade oral (CEC oral) é o tipo mais frequente de carcinoma epidermoide de cabeça e pescoço, sendo registrados cerca de 263 mil novos casos e 128 mil mortes por ano, em escala mundial e é considerado o oitavo tipo mais frequente no mundo. Alguns marcadores prognósticos expressos no tumor já foram identificados para esse tipo de carcinoma, porém estudos do infiltrado inflamatório ainda são escassos na literatura. No infiltrado inflamatório do CEC oral, a expressão gênica da HIF-1α já foi descrita como relacionada ao prognóstico de pacientes mostrando que as células do infiltrado inflamatório presentes no microambiente tumoral nem sempre atuam na defesa antineoplásica. A proteína PAI-1, inibidora do plasminogênio tipo 1, é transcrita pela HIF-1α e atua como inibidora da degradação da matriz extracelular com envolvimento nos processos de metástase. Quando expressa no tumor, a PAI-1 está relacionada a um pior prognóstico dos pacientes com CEC oral. Com o intuito de analisar a relação da expressão de PAI-1, no infiltrado inflamatório intratumoral, com as características clinicopatológicas dos pacientes com CEC oral foi realizado um estudo com 50 amostras de tumores de cavidade oral. Foi feita a análise da expressão de PAI-1 por meio da técnica de imuno-histoquímica e sua expressão categorizada em negativa, positiva fraca e positiva forte, dependendo do número de células marcadas e da intensidade da marcação. O resultado foi correlacionado com as características clínicas dos pacientes e histopatológicas do tumor. Os dados gerados mostraram que houve expressão da proteína em todas as amostras analisadas.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4503
Aparece nas coleções:PPGBIO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_8634_Dissertação_Cinthia Vidal Monteiro da Silva Couto.pdf720.46 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.