Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4516
Título: Efeitos dos hormônios sexuais femininos e da apolipoproteína E na expressão de biomarcadores característicos da Doença de Alzheimer em animais
Autor(es): Pedrosa, Diego França
Orientador: Silva, Ian Victor
Coorientador: Bastos Filho, Teodiano Freire
Data do documento: 22-Nov-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: PEDROSA, Diego França. Efeitos dos hormônios sexuais femininos e da apolipoproteína E na expressão de biomarcadores característicos da Doença de Alzheimer em animais. 2013. 136 f. Tese (Doutorado em Biotecnologia) - Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2013.
Resumo: A Doença de Alzheimer (DA) é uma moléstia degenerativa progressiva que compromete elementos do sistema nervoso central, associado com a perda de memória e com a demência. Na DA são observadas placas extracelulares, que lares, que podem estar associados aos filamentos intermediários, principalmente na região do hipocampo e do córtex cerebral. Estudos moleculares e anamnéticos têm sugerido a presença de elementos genéticos associados a esta fisiopatologia, como os genes APOE, BETAAMILÓIDE (βA) E TAU além dos níveis glicêmicos e lipídicos. Sabe-se que a incidência da doença aumenta rapidamente com o avanço da idade e que a DA afeta proporcionalmente mais as mulheres do que os homens. Acredita-se que o declínio dos níveis de hormônios gonadais em mulheres pós-menopausa pode contribuir para a diferença observada entre os sexos.
Alzheimer's disease (AD) is a progressive neurodegenerative disease that compromises elements of the central nervous system, commonly associated to memory loss and dementia. There has been observed that AD’s patients brains exhibit extracellula plaques that consist in deposits of beta-amyloid (Aβ) peptide. Also, intracellular neurofibrillary tangles, which can be associated to intermediate filaments, appear mainly in the hippocampus and cerebral cortex of these patients. Anamnesis and molecular studies have suggested the presence of genetic elements involved in this pathophysiology, such as APOE gene, beta-amyloid precursor protein (APP) and TAU protein. However, some other comorbidity (high glycemic and lipid levels) may also contribute for the disease onset. Moreover, it is known that the disease incidence increases rapidly with advancing age and AD affects proportionately more women than men. It is believed that the decline in gonadal hormone levels in postmenopausal women may contribute to the observed difference between the sexes as long as it is also associated to many decline of body functions described above.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4516
Aparece nas coleções:PPGBIO - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_7231_Tese_Diego Pedrosa.pdf9.19 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.