Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4536
Título: ELEMENTOS PARA INTEROPERABILIDADE DE UM SOFTWARE DE SEGUIMENTO FARMACOTERAPÊUTICO DE PACIENTES COM TUBERCULOSE.
Autor(es): SESSA, E. C. D.
Orientador: MACIEL, E. L. N.
Palavras-chave: Tuberculose
seguimento farmacoterapêutico
software
intero
Data do documento: 25-Ago-2011
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: SESSA, E. C. D., ELEMENTOS PARA INTEROPERABILIDADE DE UM SOFTWARE DE SEGUIMENTO FARMACOTERAPÊUTICO DE PACIENTES COM TUBERCULOSE.
Resumo: Introdução: O tratamento da tuberculose (TB) consiste no uso da associação de medicamentos por no mínimo seis meses. É comum que o paciente seja atendido por diversas equipes multidisciplinares em diferentes níveis de atenção, o que inclui a atenção farmacêutica através do seguimento farmacoterapêutico. Com a crescente informatização é fundamental a adoção de padrões de troca de informação visando a interoperabilidade entre sistemas/serviços. Objetivos: Este trabalho tem por objetivo especificar os requisitos para um software que sistematiza os dados necessários e/ou gerados no processo de atenção farmacêutica ao longo do tratamento da TB. Métodos: proposição de formulários de acompanhamento farmacoterapêutico e construção de um primeiro sistema computacional a partir dos mesmos; acompanhamento de 30 pacientes em tratamento de TB com adequações do formulário proposto; definição dos requisitos mínimos para interoperabilidade deste software, através de revisão bibliográfica e discussão sobre padrões de troca de informação em saúde; construção de um protótipo computacional que implementa tais conceitos, produzindo documentos computacionais em conformidade com a arquitetura HL7-CDA (Health Level 7 Clinical Document Architecture). Resultados: construiu-se formulário de acompanhamento farmacoterapêutico para pacientes com TB, indicando o conteúdo mínimo para um resumo de alta/seguimento. Tal conteúdo, devidamente representado através de padrões de troca de informação, foi incorporado a documentos HL7-CDA gerados pelo protótipo de software. Conclusão: o protótipo desenvolvido foi capaz de gerar resumos de alta/seguimento farmacoterapêutico em conformidade com a arquitetura HL7-CDA. Dessa forma, permitir-se-á uma futura integração com sistemas computacionais de outros serviços de saúde no controle e seguimento farmacoterapêutico de pacientes com TB. PALAVRAS CHAVE: tuberculose; seguimento farmacoterapêutico; software; interoperabilidade;
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4536
Aparece nas coleções:PPGDI - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_5033_.pdf1.62 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.