Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4580
Título: DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO DA ACURÁCIA DO SISTEMA DE FILTRAÇÃO (BacFil 6.0) NA DETECÇÃO DE BACILOS ÁLCOOLÁCIDOS RESISTENTES EM AMOSTRAS DE LAVADO BRONCOALVEOLAR DE PACIENTES COM SUSPEITA DE TUBERCULOSE
Autor(es): ALMEIDA JUNIOR, P. S.
Orientador: PALACI, M.
Palavras-chave: Mycobacterium tuberculosis
baciloscopia
filtração
diagnós
Data do documento: 22-Jul-2014
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: ALMEIDA JUNIOR, P. S., DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO DA ACURÁCIA DO SISTEMA DE FILTRAÇÃO (BacFil 6.0) NA DETECÇÃO DE BACILOS ÁLCOOLÁCIDOS RESISTENTES EM AMOSTRAS DE LAVADO BRONCOALVEOLAR DE PACIENTES COM SUSPEITA DE TUBERCULOSE
Resumo: A baciloscopia é o principal método diagnóstico da tuberculose (TB) em razão do seu baixo custo, rapidez e facilidade de execução. Porém sua sensibilidade é baixa, principalmente nas formas paucibacilares da doença. Nesse sentido, novas metodologias que resultem no aumento da sensibilidade da baciloscopia tornam-se absolutamente necessárias. Neste estudo, nos propusemos a aprimorar e padronizar o sistema de filtração BacFil e avaliar sua performance e acurácia em amostras paucibacilares (lavado broncoalveolar). Para alcançar esses objetivos desenvolvemos o estudo em duas fases. Na primeira fase, foram realizados ensaios para definir: 1) utilização de membranas brancas para visualização de BAAR corados por Auramina-O; 2) aumento do volume de NALC, utilização de pérolas de vidro no processo de digestão das amostras e mudança no sistema do suporte do pré-filtro; 3) meios de fixação da membrana de filtração na lâmina de microscopia; 4) limite de detecção da técnica; 5) aumento do volume de NaOCl e a influência desse aumento na visualização de BAAR na membrana. Verificou-se que: a membrana de policarbonato branca tem a mesma eficiência da membrana de policarbonato preta na visualização de BAAR fluorescentes; o método modificado utilizando maior concentração de NALC, pérolas de vidro e sistema de pré-filtro baseado em orifícios obteve 98% de passagem das amostras pelo sistema; a melhor forma de fixação da membrana na lâmina foi obtida por intermédio da utilização de fita dupla face; o limite de detecção da técnica de filtração utilizando o sistema BacFil versão 6.0 foi de 2 a 9 BAAR por mililitro de suspensão bacteriana com D.O de 0,250 ± 0,01 a 625nm; o aumento da concentração de NaOCl para 10% ajuda na passagem de um maior volume de amostra pelo sistema, porém ocasiona a diminuição da quantidade BAAR na membrana de filtração após o período necessário para todo o processo. Na segunda fase foi avaliado acurácia da técnica padronizada em 101 amostras de lavado broncoalveolar (LBA) de pacientes com suspeita de TB provenientes do Hospital Universitário Cassiano Antônio de Moraes. Observou-se que a sensibilidade da técnica de filtração (BacFil versão 6.0) foi de 76% e especificidade de 95%. A sensibilidade obtida foi significativamente maior do que a observada na baciloscopia após centrifugação que foi de 59% (p = 0,001). No entanto, constatou-se uma diminuição de especificidade na técnica de filtração (95%) em relação a técnica de 8 centrifugação (99%). Concluímos que as modificações realizadas nos sistema de filtração permitiu sanar os problemas técnicos apresentados nas versões anteriores e aumentar a sensibilidade da baciloscopia de amostras paucibacilares (lavado broncoalveolar) para o diagnóstico da TB pulmonar.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4580
Aparece nas coleções:PPGDI - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_7873_DISSERTAÇÃO DE MESTRADO FINAL - PEDRO SOUSA - UFES.pdf20.1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.