Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4614
Título: Derrotas da Seleção Brasileira: Futebol e Identidade nas Crônicas de Tostão
Autor(es): COSTA, F. R.
Orientador: SOARES, A. J. G.
Palavras-chave: Futebol
Identidade
Crônica esportiva
Tostão
Memória
Data do documento: 23-Abr-2009
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: COSTA, F. R., Derrotas da Seleção Brasileira: Futebol e Identidade nas Crônicas de Tostão
Resumo: Este estudo se insere no quadro teórico que busca atender os processos de construção identitária no futebol. As identidades são firmadas continuamente no espaço contestado da memória social, nas diferentes fontes de registro. O objetivo da pesquisa é analisar o processo de construção identitária do futebol brasileiro a partir dos discursos e imagens de nacionalidades presentes no discurso jornalistico das crônicas esportivas. No sentido de delimitar o foco de observação, toma Tostão, ex-jogador de futebol e cronista esportivo afamado, e suas crônicas esportivas como fonte para analisar como esse personagem participa na construção da memória social e na identidade do futebol nacional. Foram levantadas 766 crônicas, categorizadas em 21 categorias. Dessa análise foram selecionadas cerca de 40 crônicas. O tema de maior abordagem pelo cronista Tostão é a Seleção Brasileira, que foi assunto de 368 crônicas (correspondendo a 48,04% das das publicações entre 1998 e 2005), o que justifica a eleição por essa temática. A leitura desse periódico configurou, além da familiarização com o objeto a ser estudado, o processo de seleção do assunto a ser discutido ao longo do estudo. Também focaliza elementos da biografia de tostão como jogador para entender como esse ator negocia e afirma no presente um ideal identitário para o futebol brasileiro. Pela análise dos discursos presentes nos momentos de insucesso do futebol brasileiro, busca identificar as narrativas de manutenção do discurso de futebol-arte característico ao futebol brasileiro, bem como o contexto discursivo apresentado pelo cronista Tostão. Trabalha, assim, a noção de contexto discursivo e análise de discurso, valorando a significação construída e interpretando o mais próximo possível do significado atribuído. Conclui que há uma tentativa de Tostão em buscar o reconhecimento que lhe seria devido dentro da representatividade da conquista do tricampeonato em 1970, no México, percebendo, em sua rememoração dos fatos, o desejo de que seja repensado o seu lugar junto aos jogadores relacionados com o genuíno futebol brasileiro.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4614
Aparece nas coleções:PPGEF - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_3558_FELIPE RODRIGUES DA COSTA.pdf330 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.