Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4617
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorFIGUEIREDO, Z. C. C.
dc.contributor.advisorFONTE, S. S. D.
dc.date.accessioned2016-08-29T15:35:13Z-
dc.date.available2016-07-11
dc.date.available2016-08-29T15:35:13Z-
dc.identifier.citationLOYOLA, R. C., Experiências profissionais na escola e os sentidos da educação Físicapor
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/4617-
dc.format.mediumtexten
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleExperiências profissionais na escola e os sentidos da educação Físicapor
dc.typemasterThesisen
dcterms.abstractEste estudo tem como objetivo compreender de que maneira as experiências profissionais singularizam a disciplina Educação Física no contexto escolar. A pesquisa foi desenvolvida em uma escola do município de Vitória-ES e focou os espaços de interação nos quais ocorria um maior número de experiências produzidas pelos sujeitos profissionais. A aproximação com o problema e as interpretações fundamentaram-se na teoria da ação. Opta por uma metodologia de abordagem qualitativa, pelo estudo etnográfico e pela observação participante. Para tanto, utiliza, como instrumento de coleta de dados os diálogos estabelecidos com os profissionais, a observação de espaços-tempos de interação, a análise dos documentos produzidos pela escola. Os sujeitos da pesquisa foram: a diretora, as pedagogas, as professoras regentes e as professoras de Educação Física. Como resultado, identifica quatro categorias fundamentais. A Educação Física aparece como curinga, disciplina menor, centro das festividades e lugar de acirrada tensão entre profissionalização e desprofissionalização. A legitimidade da Educação Física na instituição advém não do reconhecimento de seus conteúdos, mas do potencial de suporte às demais disciplinas, seus conteúdos e organização institucional. As representações construídas em torno da Educação Física nessa escola não podem ser abstraídas do seu reconhecimento específico, fato que às veses parece passar despercebido pelos profissionais. Nesse jogo conflituoso, a Educação Física é significada ora de forma a ser valorizada, ora a ser desvalorizada. A desvalorização tende a perpassar o universo da escola enquanto que um certo significado de valorização da disciplina ocorreu em alguns momentos pontuais e , às vezes, frágeis.por
dcterms.creatorLOYOLA, R. C.
dcterms.issued2009-04-24
dcterms.subjectEducação Físicapor
dcterms.subjectExperiência Profissionalpor
dcterms.subjectProfissão Docentepor
dcterms.subjectpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Educação Físicapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Educação Físicapor
dc.contributor.refereeBRACHT, V.
Aparece nas coleções:PPGEF - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_3561_ROSANGELA DA CONCEICAO LOYOLA.pdf475.12 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.