Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4642
Título: Estudos de uma série de desemulsificantes e seus efeitos sobre a reologia de um tipo de óleo pesado
Autor(es): Bragança, Carlos
Orientador: Castro, Eustáquio Vinicius Ribeiro de
Palavras-chave: Óleos pesados
Emulsões
Análise reológica
Desemulsificante
Data do documento: 27-Mar-2009
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Na indústria do petróleo, a formação e a estabilidade das emulsões do tipo óleo/água podem desencadear uma série de problemas que afetam desde a produção até o refino. Os principais problemas, causados pela presença de água, estão relacionados aos processos de corrosão e a estabilização de sais que podem danificar tubulações e envenenar catalisadores utilizados no refino. A quantificação da água no petróleo pode ser feita pelo método Karl Fischer, pela desidratação ou pelo método do BSW (ASTM D4007). Neste último, são utilizados produtos químicos que atuam como desemulsificantes, que podem possuir maior ou menor poder de quebra da emulsão, dependendo das características do sistema. A retirada da água do petróleo (processamento primário) pode ser feita através de processos físicos, como a precipitação eletrostática, ou químicos pela utilização de desemulsificantes. Entretanto, pouco se sabe sobre o efeito de tais produtos no processo de produção, como por exemplo, nos fatores reológicos, responsáveis pelo transporte dos produtos, desde o local de produção até o refino. Neste trabalho, estudou-se a efetividade de uma série de desemulsificantes sobre a estabilidade de emulsões óleo pesado/água e os efeitos das soluções solventes/desemulsificantes sobre a reologia de um óleo pesado, com o objetivo de selecionar o melhor produto para ser utilizado tanto nos ensaios de BSW como no processamento primário.
At petroleum industry, the formation and stability of emulsions of the type oil / water can trigger a series of problems ranging from production to refining. The main problems, caused by the presence of water are related to the processes of corrosion and stabilization of salts that can damage pipes and "poison" catalysts used in refining. Quantification of water in oil can be made by the Karl Fischer method, by dehydration or by the method of BSW (ASTM D4007). In the latter, used chemicals that act as demulsifiers, which may have greater or lesser power to "break" the emulsion, depending on the characteristics of the system. The withdrawal of water in oil (primary processing) may be made by physical processes such as electrostatic precipitation or by the use of chemical demulsifiers. However, little is known about the effect of such products in the production process, such as rheological factors, responsible for transporting the products from the place of production up to refining. In this work, it was studied the effectiveness of a series of demulsifiers on the stability of emulsions heavy oil / water solutions and the effects of solvents / demulsifiers on the rheology of a heavy oil with the objective of selecting the best product for use in both BSW tests as primary processing.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4642
Aparece nas coleções:PPGQUI - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_3097_Carlos Bragança.pdf6.76 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.