Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4871
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorPezzopane, José Eduardo Macedo-
dc.date.accessioned2016-08-29T15:36:33Z-
dc.date.available2016-07-11-
dc.date.available2016-08-29T15:36:33Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/4871-
dc.format.mediumtexten
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.rightsopen access-
dc.titleCrescimento de mudas clonais de eucalipto sob diferentes condições microclimáticas associadas à deficiência hídricapor
dc.typedoctoralThesisen
dc.subject.udc63-
dcterms.abstractO objetivo deste estudo foi avaliar o crescimento inicial de clones de eucalipto em condições de diferentes demandas atmosféricas associadas ao estresse hídrico. A avaliação do comportamento de clones de eucalipto em relação às trocas gasosas e as medidas de crescimento se fazem necessárias para tomar decisões que levem a uma maior produção, reduzindo custo e aumentando a eficiência no uso da água, otimizando assim a produção florestal. Os experimentos foram conduzidos em duas etapas, em casas de vegetação climatizadas com controle de temperatura e umidade relativa, localizada no Departamento de Ciências Florestais e da Madeira no Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Espírito Santo, em Jerônimo Monteiro. Foram utilizados clones comerciais do híbrido Eucalyptus urophylla x Eucalyptus grandis em idade de expedição, transplantados para vasos de 12 litros. O primeiro estudo foi desenvolvido com quatro clones entre 21 de Dezembro de 2012 a 04 de Fevereiro de 2013. O delineamento foi inteiramente casualizado, no esquema fatorial 4x2x3. Os tratamentos consistiram da interação de quatro clones (Clone 61, Clone 75, Clone 84 e Clone 66), duas condições microclimáticas (Alta demanda atmosférica e Baixa demanda atmosférica) e três intervalos de reposição de água à capacidade de campo (2, 4 e 6 dias), com cinco repetições. O segundo estudo foi realizado no período de 17 de Junho de 2013 a 15 de Agosto de 2013 e objetivou avaliar o uso de um fotoprotetor foliar à base de carbonato de cálcio no crescimento de dois clones sob estresse hídrico. Foi utilizado um fotoprotetor foliar, composto por 62,5% de carbonato de cálcio na concentração de 5%, aplicado na superfície adaxial da folha. Para indução do estresse hídrico era realizada suspensão da reposição de água até que o solo atingisse 30% da água disponível e, quando esse nível era atingido, realizava-se a reposição de água para que o mesmo retornasse à capacidade de campo, com base em pesagens diárias dos vasos. O experimento foi montado no esquema fatorial 4x2 em delineamento experimental inteiramente casualizado, sendo quatro ambientes (Temperatura inferior, Temperatura intermediária, Temperatura superior com DPV alto e Temperatura superior com DPV baixo) e dois níveis de fotoprotetor foliar (com e sem), com cinco repetições cada. Nos dois estudos, ao longo de todo período experimental foi realizado o monitoramento das condições microclimáticas dos ambientes por meio de estações meteorológicas automáticas. No final dos experimentos, foram avaliadas as variáveis de crescimento, altura, diâmetro, área foliar, matéria seca da parte aérea, raízes e total e relação raiz/parte aérea. E no segundo estudo, foi realizada a medição do status hídrico foliar e das trocas gasosas. Os dados foram submetidos à análise de variância e, quando significativa, as médias foram comparadas pelo teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade. Os clones avaliados apresentaram distintos padrões de crescimento nas condições de diferentes demandas atmosféricas, principalmente quando estas condições estavam associadas à reduzida disponibilidade hídrica no substrato, sendo que todos os clones foram penalizados com o estresse hídrico. A alta demanda atmosférica atuou como um fator estressante para as mudas de eucalipto em crescimento inicial, no entanto, a aplicação do fotoprotetor foliar favoreceu o crescimento, status hídrico e trocas gasosas das plantas sob estresse hídrico em condições de alta demanda atmosférica. Palavras-chave: Eucalipto. Temperatura do ar. Déficit de pressão de vapor do ar. Estresse hídrico.por
dcterms.creatorXavier, Talita Miranda Teixeira-
dcterms.issued2014-02-26-
dcterms.subjectEucaliptopor
dcterms.subjectTemperatura atmosféricapor
dcterms.subjectEstresse hídricopor
dcterms.subjectDéficit de pressão de vapor do ar-
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Produção Vegetalpor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqFisiologia vegetal-
dc.publisher.courseDoutorado em Produção Vegetalpor
dc.contributor.refereeGonçalves, Elzimar de Oliveira-
dc.contributor.refereeJesus Júnior, Waldir Cintra de-
dc.contributor.refereePezzopane, José Ricardo Macedo-
dc.contributor.refereePenchel Filho, Ricardo Miguel-
Aparece nas coleções:PPGPV - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_6619_Talita Miranda T Xavier.pdf3.26 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.