Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4885
Título: Caracterização morfofisiológica e biométrica de genótipos de Coffea arabica em sistema adensado
Autor(es): Rodrigues, Wagner Nunes
Orientador: Tomaz, Marcelo Antonio
Coorientador: Amaral, José Francisco Teixeira
Data do documento: 4-Dez-2014
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: RODRIGUES, Wagner Nunes, Caracterização morfofisiológica e biométrica de genótipos de Coffea arábica em sistema adensado. 2014. 125 f. Tese (Doutorado em Produção Vegetal) - Programa Pós-Graduação em Produção Vegetal, Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, 2014
Resumo: A quase totalidade das lavouras de café arábica no Espírito Santo é desenvolvida em regime familiar e em relevo de montanha, gerando um cenário com condições propícias para a recomendação do cultivo adensado aliado ao uso de cultivares melhoradas que se adaptem a esse sistema de cultivo. Objetivou-se, nesse estudo, caracterizar o desenvolvimento e o potencial produtivo de cultivares de cafeeiro arábica com potencial para o sistema de cultivo adensado, de modo a fornecer informações para embasar uma recomendação de cultivares mais criteriosa para esse cenário de produção. Foram avaliadas 16 cultivares de cafeeiro arábica, instaladas em campo de competição, em delineamento de blocos casualizados, com quatro repetições. Foi utilizado o espaçamento de 2,0 x 0,6 m, configurando um sistema de cultivo adensado, totalizando 8.333 plantas por hectare. As plantas foram avaliadas ao longo das fases fenológicas dos primeiros quatro ciclos reprodutivos, sendo realizadas avaliações de características relacionadas ao seu crescimento vegetativo, à capacidade produtiva, à fitossanidade, à alocação de biomassa e às trocas gasosas. Os resultados mostram existência de variabilidade para quase a totalidade das características avaliadas, com considerável influência do efeito genotípico. No estudo das características de ramos plagiotrópicos, IAPAR 59 e Catiguá MG2 apresentaram maior dissimilaridade. Adicionalmente, fortes correlações foram observadas entre as diversas características dos ramos plagiotrópicos, revelando a possibilidade de exploração simultânea das mesmas. Catiguá MG2, Araponga MG1, Tupi e Sacramento MG1 apresentaram crescimento vigoroso no sistema de cultivo adensado, com taxas de crescimento consideráveis ao longo das fases do ciclo fenológico. Catuaí IAC 81, Acauã e Sacramento MG1 se destacaram pela intensidade de suas trocas gasosas ao longo do ciclo fenológico, apresentando indícios de melhor aproveitamento das condições do cultivo adensado. Araponga MG1, Pau-Brasil MG1 e Tupi 81 se destacaram em termos de produção de frutos, sendo, dentre estes, Araponga MG1 o mais estável e com maior rendimento. Os genótipos também apresentaram variabilidade em relação ao seu nível de resistência a doenças de ocorrência natural na região do Caparaó-ES. Para o cultivo adensando, os genótipos Katipó, Paraíso MG H419-1, H419-3-3-7-16-4-1-1, Araponga MG1, Catucaí Amarelo 24/137, Catiguá MG2, Sacramento MG1, Pau-Brasil MG1, Catiguá MG3, Oeiras MG 6851 e Tupi apresentaram maior resistência a ferrugem; e os genótipos Paraíso MG H419-1, Catiguá MG2, Pau-Brasil MG1, Catiguá MG3, Oeiras MG 6851, Tupi, Catuaí IAC 44, Catuaí IAC 81 e Catuaí IAC 144 apresentaram maior resistência a cercosporiose.
Almost all the Arabica coffee plantations in the State of Espírito Santo is developed in family arrangements and in mountainous relief, creating a scenario conducive with conditions to the recommendation of cultivation with high density combined with the use of improved cultivars that are adapted to this cropping system. The objective of this study was to characterize the development and the productive potential of arabica coffee cultivars with potential for dense cultivation system, to provide information on which to base a recommendation to more carefully cultivars for this production scenario. The aim of this study was to characterize the development and yield potential of cultivars of Arabica coffee with potential for cultivation in system with high-density in order to provide information on which to base a recommendation of cultivars, more judicious for this production scenario. In competition field, 16 cultivars of Arabica coffee were cultivated in a randomized block design, with four replications. The spacing of 2.0 x 0.6 m was used, setting up a system of high-density, totaling 8,333 plants per hectare. The plants were evaluated throughout their phenological stages along four reproductive cycles (four crop seasons from 2010 to 2014), studying characteristics related to vegetative growth, crop yield, phytosanitary traits and gas exchange. The results show the existence of variability for almost all the traits evaluated, with considerable influence of genotypic effect. In the study of the characteristics of plagiotropic branches, IAPAR 59 and Catiguá MG2 showed greater dissimilarity. Additionally, strong correlations were observed between the various characteristics of plagiotropic branches, revealing the possibility of simultaneous studies. Catiguá MG2, Araponga MG1, Tupi and Sacramento MG1 showed vigorous growth in high-density system, with considerable growth rates throughout the phenological stages. Catuaí IAC 81, Acauã, Sacramento MG1 Catuaí IAC 81, Acauã and Sacramento MG1 stood out due the intensity of their gas exchange during the phenological cycle, indicating a possible better utilization of the conditions in the high-density system. Araponga MG1, Pau-Brasil MG1 and Tupi 81 stood out in terms of crop yield, and, among these, Araponga MG1 presented more stable and higher yielding. The genotypes also showed differences regarding their level of resistance to naturally occurring diseases in the region of Caparaó-ES. For growing in high-density system, the genotypes Katipó, Paraíso MG H419-1, H419-3-3-7-16-4-1-1, Araponga MG1, Catucaí Amarelo 24/137, Catiguá MG2, Sacramento MG1, Pau-Brasil MG1, Catiguá MG3, Oeiras MG 6851 and Tupi exhibited higher resistance to leaf rust; and genotypes Paraíso MG H419-1, Catiguá MG2, Pau-Brasil MG1, Catiguá MG3, Oeiras MG 6851, Tupi, Catuaí IAC 44, Catuaí IAC 81 and Catuaí IAC 144 presented higher resistance to browneye spot.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4885
Aparece nas coleções:PPGPV - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_7165_Wagner Nunes Rodrigues.pdf4.66 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.