Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4907
Título: Planejamento da qualidade em agroindústrias de pequena escala
Título(s) alternativo(s): Quality planning in small scale agroindustries
Autor(es): Baldow, Sthefann Guimarães
Orientador: Roberto, Consuelo Domenici
Coorientador: Carneiro, Joel Camilo de Souza
Data do documento: 26-Ago-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: As agroindústrias de produção em pequena escala carecem de um sistema de gestão da qualidade compatível com suas características e suas limitações, estruturais e financeiras, que possa propiciar a melhoria do desempenho de seus processos e da qualidade de seus produtos. As práticas de gestão da qualidade auxiliam as empresas a organizarem seus processos produtivos de uma maneira eficiente, refletindo na melhoria da competitividade no mercado. Neste contexto, o presente trabalho avaliou uma metodologia para implementação de um sistema para o planejamento da qualidade em agroindústrias de pequena escala, na região serrana do estado do Espírito Santo. Com o auxílio do INCAPER, no município de Venda Nova do Imigrante, foram selecionadas três agroindústrias. Primeiramente, foram realizadas a caracterização das organizações, a aplicação de uma lista de verificação sobre os requisitos de BPF e POP no setor de produção, e de um questionário semiestruturado para funcionários para avaliar o conhecimento dos mesmos em relação aos conceitos e práticas da gestão da qualidade. Este diagnóstico permitiu identificar não conformidades nas agroindústrias, em relação aos requisitos higiênico-sanitários determinados pela legislação e deficiências, tais como: ausência de profissionais qualificados; inexistência de procedimentos padronizados para operações nas linhas de processamento e monitoramento dos processos; e ausência de análises físico-químicas e microbiológicas das matérias-primas e dos produtos finais. Para aplicação da metodologia, inicialmente, foram formados os times da qualidade, procedendo-se aos treinamentos em que abordaram-se temas referentes à gestão da qualidade, planejamento da qualidade e programas de segurança na produção de alimentos. A partir de uma linha de processamento, em cada agroindústria, os x times da qualidade foram orientados a aplicarem as ferramentas: folhas de verificação, fluxograma, histograma e cartas de controle. Dentre as três agroindústrias, duas aplicaram a coleta de dados na linha de processamento selecionada e realizaram a análise destes dados, com o auxílio das ferramentas. Ao final das atividades, com o auxílio de outro questionário semiestruturado, os times da qualidade avaliaram que o desenvolvimento do planejamento da qualidade se apresentou satisfatório para a realidade das organizações e, concluíram que tais práticas podem contribuir para a melhoria da qualidade de seus produtos. Entretanto, em apenas uma das agroindústrias, observou-se o interesse na continuidade das ações e aplicação da metodologia nas demais linhas de processamento. No ambiente estudado, a ausência de profissionais qualificados e a concentração de múltiplas tarefas a cargos de liderança foram fatores que atuaram como barreiras para a adoção das práticas do planejamento da qualidade. Observou-se, ainda, a necessidade de maior comprometimento da direção e dos funcionários para viabilização das atividades propostas.
Small agroindustries need quality management systems accordingly to their characteristics and limitations regarding finance and structural resources,. These systems ought to improve procedures and the quality of products. Quality management processes head industries to enhance their production system, which pose an important role towards better market competitiveness. Therefore, this work tested a methodology to implant a quality planning system in small agroindustries on Espírito Santo state mountainous region. Three agroindustries were chosen together with INCAPER technicians. Firstly, the organizations were characterized verifying GMP and standard operating procedures requirements in the production sector and by semi-structured questionnaires applied to workers in order to check their knowledge regarding quality management practices. This diagnosis pointed incongruities in the agroindustries related to hygienic and sanitary procedures established by law, such as: absence of qualified professionals and standard procedures for processing raw material; no monitoring of production; inexistence of microbiological and physicochemical analysis of raw material and final products. Hence, quality teams were formed to apply the methodology by means of trainings related to quality management, quality planning and security in food production. A production line was chosen in each industry by the quality teams that were guided to employ the following tools: verification sheet, flowchart, histogram and control letters. Amongst three agroindustries, two had collected data in the selected production line and proceeded to data analysis using the tools aforementioned. At the end of this activity the teams evaluated that the quality planning process was adequate for the organization actual conditions, and concluded that those tasks can contribute to improve their products quality. However, the interest in continuing the actions towards quality improvement was observed only in one industry, which demonstrated interest in applying the quality procedures to other production lines. The absence of qualified professionals along with the multitasks profile of leaders and accumulation of functions were raised as the main factors that impose barriers to adoption of quality planning practices. Also, more commitment and interest by management positions is fundamental to implant the proposed activities.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4907
Aparece nas coleções:PPGCTA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
dissertação_UFES_SthefannGuimaraesBaldow.pdf1.33 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.