Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4942
Título: Yacon (Smallanthus sonchifolius) na modulação do cancêr de cólon em modelo animal
Título(s) alternativo(s): Yacon (Smallanthus sonchifolius) in colon cancer modulation in animal model
Autor(es): Grancieri, Mariana
Orientador: Costa, Neuza Maria Brunoro
Coorientador: Viana, Mirelle Lomar
Tostes, Maria das Graças Vaz
Data do documento: 3-Fev-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O câncer colorretal (CC) pode induzir complicações clínicas e até mesmo óbito do paciente. A farinha de yacon (FY) (Smallanthus sonchifolius) é rica em frutooligossacarídeos (FOS) que são fermentados por bifidobactérias produzindo efeitos benéficos à saúde intestinal. Seu efeito no CC, entretanto, é ainda desconhecido. O objetivo do presente trabalho foi investigar os efeitos intestinais e imunológicos da suplementação com a farinha de yacon em modelo animal de câncer de cólon induzido. Ratos machos Wistar, foram divididos em grupo S (sem CC e sem FY, n=10), grupo C (com CC e sem FY, n=12), grupo Y (sem CC e com FY, n=10) e grupo CY (com CC e FY, n=12). Durante cinco semanas, os grupos C e CY receberam, por via subcutânea, uma dose semanal de 25 mg/kg de peso da droga 1,2-dimetilhidrazina (DMH), seguidas por oito semanas para o desenvolvimento do CC. Durante as 13 primeiras semanas do estudo, todos os grupos receberam ração padrão comercial. Após esse período, os grupos Y e CY consumiram dieta com FY em quantidades suficientes para fornecer 7,5% de FOS por oito semanas e os demais grupos, consumiram dieta AIN-93M. Após o período experimental foram determinados: permeabilidade intestinal, pH intraluminal, endotoxemia, focos de criptas aberrantes (FCA), histologia qualitativa (diâmetro apical, diâmetro basal e profundidade de cripta, além da contagem de criptas por campo), níveis de ânion superóxido e óxido nítrico e a capacidade antioxidante total do plasma (CAT). Os resultados foram avaliados utilizando-se Two-way ANOVA (análise de variância) seguida pelo teste de Newman-Keuls (p<0,05). A farinha de yacon exerceu efeito benéfico e significativo sobre a permeabilidade intestinal, uma vez que a excreção de lactulose e manitol urinários foi menor nos grupos Y e CY, comparados aos grupos controles (S e C). Além disso, houve redução do pH intraluminal,no percentual dos níveis de FCA, além de ter aumentado a profundidade e número das criptas colônicas, a CAT e metabolismo oxidativo, via produção de ânion superóxido. Porém não foi observada efetividade da farinha de yacon sobre o número de FCAs, na endotoxemia e na liberação de óxido nítrico. Pode-se concluir que a FY foi eficaz e benéfica na modulação do câncer colorretal em modelo animal, contudo, são necessários outros estudos que elucidem os mecanismos pelos quais isso ocorre.
Colorectal cancer (CC) can induce clinical complications and even death of the patient. The yacon flour (FY) (Smallanthus sonchifolius) is rich in fructooligosaccharides (FOS) that are fermented by bifidobacteria producing beneficial effects on intestinal health. Its effect on the CC, however, is still unknown. The objective of this study was to investigate the intestinal and immunological effects of supplementation with yacon flour in animal model of induced colon cancer. Male Wistar rats were divided into groups S (without CC and without FY, n=10), C group (with CC and without FY, n=12), Y group (without CC and with FY,n=10) and CY group (with CC and FY, n=12). For five weeks, the C and CY groups received, subcutaneously, a weekly dose of 25 mg / kg weight of 1, 2-dimethylhydrazine (DMH) drug, followed by eight weeks for the development of CC. During the first 13 weeks of the study, all groups received standard commercial ration. After this period, the Y and CY groups consumed diet FY in amounts sufficient to provide 7.5% of FOS for eight weeks and the other groups consume AIN-93M diet. After the experimental period were determined: intestinal permeability, intraluminal pH, endotoxemia, aberrant crypt foci (ACF), qualitative histology (apical diameter, baseline diameter and crypt depth, beyond the crypts count per field) levels of anion superoxide and nitric oxide and plasma total antioxidant capacity (TAC). The data were analyzed by two-way ANOVA (analysis of variance) followed by Newman-Keuls test (p <0.05). Yacon flour exerts beneficial and significant effect on intestinal permeability, given that the urinary excretion of lactulose and mannitol was lower in Y and CY groups compared to control groups (S and C). Furthermore, there was a positive action in reducing the intraluminal pH, the percentage reduction in FCA levels, in addition to increased number and depth of the colonic crypts, TAC and oxidative metabolism via the production of superoxide anion. But it was not observed effectiveness of yacon flour on the number of ACF in endotoxemia and nitric oxide release. It may be concluded that the FY is effective and beneficial in the modulation of colorectal cancer in animal model, however, further studies are required to elucidate the mechanisms by which this occurs.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4942
Aparece nas coleções:PPGCTA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9499_Resumo Dissertação Final - Mariana Grancieri PDF.pdf55.88 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.