Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5011
Título: Biomassa e nutrientes na serrapilheira em complexo rupestre de granito, Mimoso do Sul, ES
Autor(es): Freitas, Carlos Antônio Araújo de
Orientador: Caldeira, Marcos Vinicius Winckler
Coorientador: Kunz, Sustanis Horn
Palavras-chave: Ciclagem de nutrientes
Nutrição florestal
Serrapilheira acumulada
Serrapilheira depositada
Nutrient cycling
Forest nutrition
Accumulated litter
Litter deposited
Data do documento: 29-Jul-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Os ecossistemas florestais encontrados em áreas com afloramento rochoso carecem de estudos mais detalhados sobre os processos de ciclagem de nutrientes. Dentro desses processos, a vegetação nos ecossistemas devolve nutrientes ao solo por meio da circulação de matéria, que é representada pela serrapilheira (resíduos vegetais de folhas, ramos, caules, cascas, frutos e flores). O presente estudo teve por objetivo quantificar o acúmulo e a deposição de biomassa, os teores e conteúdos dos nutrientes na serrapilheira, bem como correlacionar com as variáveis climáticas (pluviosidade e temperatura) analisando a variação temporal dos nutrientes do Complexo Rupestre de Granito, localizado no município de Mimoso do Sul, ES. A amostragem da serrapilheira acumulada foi realizada em cinco transectos de 50m x 2m. Em cada transecto foram coletadas 10 amostras com auxílio de um gabarito de 0,25m x 0,25m (0,0625 m2), totalizando 50 amostras por mês. Após a coleta, as amostras foram levadas para o laboratório e separadas na fração denominada de Outras espécies, com a presença de folhas, galhos, flores, frutos e material não identificável de diversas espécies; fração Pseudobombax com material identificável da espécie Pseudobombax aff. campestre, que posteriormente foram secas e pesadas. A biomassa acumulada para as frações foi transformada para kg ha-1, que por meio dessa extrapolação foi calculado também os conteúdos dos macro e micronutrientes. O período de estudo da serrapilheira acumulada foi de maio de 2011 a abril de 2012. A serrapilheira depositada foi amostrada nos mesmos transectos, onde em cada um foram distribuídos três coletores posicionados abaixo da copa da P. aff. campestre, com 0,5 m x 0,5 m e 0,70 m de altura do solo, com telas de nylon em malha de 2 mm, totalizando 15 coletores. Foi realizada a coleta mensal, e adotados os mesmos procedimentos da serrapilheira acumulada. O período amostral da serrapilheira depositada foi de novembro de 2011 a outubro de 2012. Para a avaliação da variação mensal da biomassa de cada fração, considerou-se um Delineamento Inteiramente Casualizado (DIC), onde os tratamentos corresponderam aos meses do ano (12 tratamentos) e as repetições os transectos (5 repetições). Para determinação da variação mensal dos teores de cada fração, utilizou-se o mesmo DIC, com os mesmos tratamentos (12 meses do ano) e as repetições foram representadas por três subamostras (3 repetições) retiradas de uma amostra homogeneizada, moída em moinho tipo Wiley. Para a análise de correlação com as variáveis climáticas, em ambas as frações, utilizou-se a correlação de Pearson. Os resultados foram submetidos ao teste com um nível de 5% de probabilidade. A serrapilheira acumulada média foi de 8900 kg ha-1 e a depositada de 5400 kg ha-1. Ocorreram picos de acúmulo e deposição ao final do período seco, demonstrando assim um comportamento sazonal. Na serrapilheira acumulada, tanto os teores como os conteúdos, os macronutrientes de maiores acúmulos foram o N e Ca, e o micronutriente foi o Fe. Os únicos nutrientes que tiveram correlação significativa com as variáveis climáticas foram: N, P e S para ambas as frações e variáveis, o Fe e Cu na fração Pseudobombax, para ambas variáveis. O acúmulo total de macronutrientes foi de 292,42 kg ha-1 e micronutrientes foi de 10,34 kg ha-1. A serrapilheira depositada, tanto os teores como os conteúdos, os macronutrientes de maiores deposições foram o N e o Ca, e o micronutriente foi o Mn. Os únicos nutrientes que tiveram correlação significativa com as variáveis climáticas foram: N para ambas as frações na variável pluviosidade; P, Mg, Mn e B, para a fração Outras espécies na variável temperatura; e Cu na fração Pseudobombax na variável temperatura. A deposição total de macronutrientes foi de 203,23 kg ha-1 e micronutrientes foi de 3,62 kg ha-1. Na eficiência do uso de nutrientes, o S e Cu foram o macro e micronutriente, respectivamente de maior eficiência pelas espécies do local, assim como, a P. aff. campestremostrou-se eficiente para todos os nutrientes.
Forest ecosystems found in areas with rocky outcrop require more detailed studies on the processes of nutrient cycling. Within these processes, vegetation ecosystems returns nutrients to the soil through the circulation of matter, which is represented by the litter (waste vegetable leaves, branches, stems, barks, fruits and flowers). This study aimed to quantify the accumulation and deposition of biomass levels and content of nutrients in the litter, as well as correlating with climatic variables (rainfall and temperature) analyzing the temporal variation of nutrients on Complex Rupestre Granite, located in the municipality Mimoso do Sul, Epírito Santo state. Sampling of litter accumulated was conducted in five transects of 50m x 2m. In each transect, 10 samples were collected with the aid of a template 0,25 m x 0,25 m (0.0625 m2), totaling 50 samples per month. After collection, the samples were brought to the laboratory and separated in the fraction called 'Other species', with the presence of leaves, twigs, flowers, fruits and material not identifiable from several species; fraction 'Pseudobombax' material identifiable species Pseudobombax aff. campestre, which were subsequently dried and weighed. The accumulated biomass for fractions was converted to kg ha-1, that by this extrapolation was calculated also the contents of macro and micronutrients. The study period was accumulated litter from May 2011 to April 2012. The deposited litter was sampled in the same transects, which were distributed in each of three collectors positioned below the canopy of P. aff. campestre, with 0.5 mx 0.5 m and 0.70 m above ground level, with nylon mesh screens of 2 mm, a total of 15 collectors. Was collected monthly, and adopted the same procedures litter accumulated. The sample period of the litter was placed from November 2011 to October 2012. For the evaluation of the monthly variation of the biomass of each fraction, it was considered a completely randomized design (CRD), where treatments for the months of the year (12 treatments) and repetitions transects (5 repetitions). To determine the monthly variation of the concentration of each fraction was used the same CRD with the same treatment (12 months of the year) and repetitions were represented by three replicates (3 replicates) taken from a homogenized sample milled type Wiley. For the analysis of correlation with climatic variables in both fractions, we used the PEARSON correlation. The results were tested with a 5% level of probability. Litter accumulated average was 8900 kg ha-1 and deposited 5400 kg ha-1. There were peaks of accumulation and deposition at the end of the dry season, thus demonstrating a seasonal. Litter accumulated in both the levels and the content, the highest concentrations of macronutrients were N and Ca, Fe and micronutrient was The only nutrient that had a significant correlation with climatic variables were: N, P and S for both fractions and variables, Fe and Cu in fraction Pseudobombax for both variables. The total accumulation of macronutrients was 292.42 kg ha-1 and micronutrients was 10.34 kg ha-1. Litter deposited, both the contents and the content, the highest deposition of macronutrients N and Ca, and boron was Mn. The only nutrient that had a significant correlation with climatic variables were: N for both fractions in variable rainfall, P, Mg, Mn and B, for the fraction of other species in the variable temperature, and Cu in fraction Pseudobombax in variable temperature. The total deposition of macronutrients was 203.23 kg ha-1 and micronutrients were 3.62 kg ha-1. The efficient use of nutrients, S and Cu were the macro and micronutrient respectively greater efficiency by species of the site, as well as the P. aff. campestre was efficient for all nutrients.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5011
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_6568_DISSERTAÇÃO CARLOS_FREITAS.pdf1.18 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.