Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5039
Título: Modelagem hidrológica da bacia do rio Jucu utilizando o modelo DHSVM
Autor(es): Oliveira, Kenny Delmonte
Orientador: Zanetti, Sidney Sára
Coorientador: Cecílio, Roberto Avelino
Richey, Jeffrey Edward
Palavras-chave: Geotecnologias
Gestão territorial
Geotechnologies
Hydrology
Hydrological models
Calibration
Territorial management
Data do documento: 21-Jul-2014
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O objetivo do presente estudo foi realizar a modelagem hidrológica da bacia hidrográfica do rio Jucu com uso do modelo dinâmico, físico e distribuído DHSVM (Distributed Hydrology Soil Vegetation Model), que representa explicitamente os processos integrados dos fenômenos hidrológicos. A primeira etapa do trabalho consistiu na criteriosa obtenção dos dados de entrada do modelo, tanto por meio de revisão bibliográfica como pelo uso de geotecnologias. A segunda etapa consistiu na modelagem hidrológica. Foram utilizadas variáveis climáticas, vegetacionais e edáficas pelas quais o modelo foi calibrado e validado para simular a vazão, em um passo de tempo diário, da estação Fazenda Jucuruaba, principal posto fluviométrico do rio Jucu, seguindo-se com o mesmo procedimento para a validação da vazão da estação mais a montante dessa, ou seja, a estação Córrego do Galo, no intuito de compreender o efeito da calibração em uma seção da bacia sobre os demais cursos dágua a montante de tal seção. Essa análise permitiu obter simulações que satisfizeram um elevado rigor de previsão, com moderado dispêndio na demanda de tempo e esforços técnicos para calibração, obtendo-se um coeficiente de Nash e Sutcliffe de 0,86, coeficiente de Nash e Sutcliffe ajustado de 0,60, percentual de tendência de -1,55, e erro padrão médio normalizado de 0,39. O DHSVM apresentou desempenho satisfatório, demostrando potencial para ser usado em regiões diferentes daquelas para as quais foi desenvolvido e testado.
The aim of this study was to hydrological modeling of river basin Jucu using the dynamic physical model and distributed DHSVM (Distributed Hydrology Soil Vegetation Model), which explicitly represents the integrated processes of hydrological phenomena. The first stage of the work consisted in the carefully collect data model input, both through literature review and by using geotechnology. The second step consisted in hydrological modeling. Climate, vegetation and soil variables were used for model calibration, validation and to simulate the flow on a daily time step at Fazenda Jucuruaba station, main river gaging station Jucu. Following the same procedure it was validate the flow in the upstream station Córrego do Galo, in order to understand the effect of calibration on watercourses located on upstream section. This analysis yielded simulations that met a high accuracy prediction, with moderate demand expenditure of time and technical efforts for calibration, obtaining Nash and Sutcliffe coefficient of 0.86, adjusted Nash and Sutcliffe coefficient of 0.60 , percent bias of -1.55 and the standard deviation of measured data of 0.39. The DHSVM showed satisfactory performance, showing potential to be applied in different regions than those for which it was developed and tested.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5039
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_7941_DISSERTACAO_KENNY_Final.pdf4.61 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.