Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5047
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorCaldeira, Marcos Vinicius Winckler-
dc.date.accessioned2016-08-29T15:37:09Z-
dc.date.available2016-07-11-
dc.date.available2016-08-29T15:37:09Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/5047-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.rightsopen accessen
dc.titleCiclagem de nutrientes em área de restauração de floresta ombrófila densa das terras baixaspor
dc.typemasterThesisen
dc.subject.udc630-
dc.subject.br-rjbnLiteira (Entulho)por
dc.subject.br-rjbnSolos - Fertilidadepor
dc.subject.br-rjbnMata Atlântica - Conservaçãopor
dcterms.abstractApesar de ser um dos biomas com maior biodiversidade, a Mata Atlântica há séculos enfrenta a degradação ocasionada pela ocupação desordenada do solo. Os passivos gerados são enormes, o que demanda estudos no sentido de viabilizar a recuperação dos mesmos. O estudo da ciclagem de nutrientes é fundamental, pois propicia um melhor entendimento da dinâmica dos nutrientes no ecossistema, além do mais é um importante indicador de recuperação de áreas degradadas. Dessa forma, este trabalho objetivou estudar a ciclagem de nutrientes em diferentes metodologias de restauração de Floresta Ombrófila Densa das Terras Baixas, na Reserva Natural Vale, Linhares, ES, entre março de 2013 e janeiro de 2014. Os estudos da serapilheira acumulada e dos atributos químicos do solo foram realizados em seis tratamentos (metodologias de restauração), compostos pela combinação dos fatores espaçamento (3x3 m e 2x2 m) e riqueza de espécies (quantidades de espécies por tratamento: 29, 58 e 114). A coleta de serapilheira acumulada ocorreu em março e em agosto de 2013, nas estações de maior e de menor precipitação, respectivamente. A serapilheira foi compartimentalizada em duas frações (folhas + miscelânea e galhos), sendo quantificada a biomassa, teor e conteúdo dos nutrientes. A coleta de solo para estudo dos seus atributos químicos ocorreu em março de 2013, sendo as amostras retiradas nas profundidades de 0-5 cm, 5-10 cm, 10-20 cm e 20-40. Já o estudo da redistribuição dos nutrientes se restringiu a duas espécies (Bixa arborea Huber. e Joannesia princeps Vell) de relevante interesse para a restauração florestal, sendo realizado em três tratamentos, os quais se diferenciaram apenas quanto à riqueza de espécies, sendo o espaçamento o mesmo para todos. Em cada tratamento foram coletadas folhas das copas de cinco exemplares de cada uma das duas espécies e dos coletores montados abaixo de suas copas, em outubro de 2013 (estação com menor precipitação) e em janeiro de 2014 (estação com maior precipitação). A partir do material coletado, foram determinados os teores dos nutrientes e calculados os valores de redistribuição. Em relação ao capítulo I, as metodologias de restauração não influenciaram nos atributos químicos do solo e na serapilheira; o maior acúmulo de biomassa e teor de nutrientes das frações da serapilheira ocorreu na estação de menor precipitação; o baixo acúmulo de biomassa e conteúdo de nutrientes da serapilheira, associados à baixa fertilidade do solo indicaram que o projeto de restauração encontra-se próximo aos padrões de ecossistemas em via de recuperação. Em relação ao capítulo II, os tratamentos não influenciaram nos teores da maior parte dos nutrientes das folhas das duas espécies em ambas as épocas; a redistribuição de nutrientes de J. princeps tendeu ser mais elevada no período de menor precipitação, e a B. arborea tendeu ser maior no período de maior precipitação; as espécies apresentaram uma eficiente redistribuição de nutrientes, evidenciando um grande potencial na restauração florestal.por
dcterms.abstractDespite being one of the most biodiverse biomes, the Atlantic Forest for centuries faces the degradation caused by the disordered occupation of the land. The liabilities generated are huge, which demands studies to enable their recovery. The study of nutrient cycling is fundamental, because it provides a better understanding of the nutrients dynamic in the ecosystem, moreover it is an important indicator of recover degraded areas. This way, this work aimed to study the cycling of nutrients in different methods of restoring the Lowlands Tropical Rain Forest, in Vale Natural Reserve, Linhares, ES, between March 2013 and January 2014. The studies of accumulated litter and soil chemical properties were conducted in six treatments (restoration methodologies), compounds by a combination of factors spacing (2x2 3x3 m) and species richness (species numbers per treatment: 29, 58 and 114). The collecting of accumulated litter occurred in March and August 2013, the highest and lowest precipitancy seasons, respectively. The litter was compartmentalized into two fractions (leaves + miscellaneous and branches), quantifying biomass, nutrients content and tenor. Soil collecting to study its chemical attributes occurred in March 2013, with samples taken at depths of 0-5 cm, 5-10 cm, 10-20 cm and 20-40. Otherwise, the study of the redistribution of nutrients is restricted to two species (Bixa arborea Huber. and Joannesia princeps Vell) of relevant interest for forest restoration, performed in three treatments, which differed only in terms of species richness, and spacing was the same for all. In each treatment were collected leaves from the canopy of five exemplars of each of the two species and from the collectors established beneath their canopies, in October 2013 (lowest precipitancy season) and in January 2014 (highest precipitancy season). From the material collected, were determined the nutrients levels and values of redistribution were calculated. Regarding Chapter I, the methodologies of restoration did not affect the soil chemical properties and litter; The largest accumulation of biomass and nutrients level from the litter fractions occurred in the lowest precipitancy season; the low biomass accumulation and nutrient content of litter associated with low soil fertility indicated that the restoration project is close to the patterns of ecosystems in the process of recovery. In relation to Chapter II, the treatments did not influence in the levels of most of the leaves nutrients from the two species in both times; nutrients redistribution of J. princeps tended to be higher in the lower precipitancy period, and B. arborea tended to be higher in the highest precipitation season; the species showed an efficient redistribution of nutrients, showing great potential in forest restoration.eng
dcterms.creatorMoreira, Fagner Luciano-
dcterms.formatTextpor
dcterms.issued2014-10-23-
dcterms.languageporpor
dcterms.subjectFloresta de Tabuleirospor
dcterms.subjectSerapilheira acumuladapor
dcterms.subjectFertilidade do solopor
dcterms.subjectRedistribuição de nutrientespor
dcterms.subjectÁrea de restauração florestalpor
dcterms.subjectCiclagem de nutrientespor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências Florestaispor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqRecursos florestaispor
dc.publisher.courseMestrado em Ciências Florestaispor
dc.contributor.refereeMendonça, Eduardo de Sá-
dc.contributor.refereePassos, Renato Ribeiro-
dc.contributor.advisor-coMendonça, Adriano Ribeiro de-
dc.contributor.advisor-coGonçalves, Elzimar de Oliveira-
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_8222_Dissertação Fagner L. Moreira.pdf3.69 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.