Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5055
Título: DESEMPENHO OPERACIONAL E CUSTOS DO TRANSPORTE FLORESTAL RODOVIÁRIO EM REGIÃO MONTANHOSA
Autor(es): LACHINI, E.
Orientador: FIEDLER, N. C.
Coorientador: SILVA, G. F.
Palavras-chave: custos de transporte
fatores operacionais do transporte de
Data do documento: 24-Fev-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: LACHINI, E., DESEMPENHO OPERACIONAL E CUSTOS DO TRANSPORTE FLORESTAL RODOVIÁRIO EM REGIÃO MONTANHOSA
Resumo: LACHINI, Edson. Desempenho operacional e análise de custos do transporte florestal rodoviário em região montanhosa. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) Universidade Federal do Espírito Santo, Jerônimo Monteiro, ES. Orientador: Prof. Dr. Nilton César Fiedler. Coorientador: Prof. Dr. Gilson Fernandes da Silva Dentro do setor florestal o transporte é uma das atividades mais onerosas, representando o elemento mais importante do custo logístico na maioria das empresas. A organização e racionalização das operações do transporte florestal, poderá representar uma grande economia de recursos para as empresas do setor, e com isso aumentar a eficiência operacional. Esta pesquisa foi realizada nas áreas operacionais de colheita de madeira pertencente à empresa Jomadeiras, no município de Domingos Martins, na região Serrana do Espírito Santo, tendo como objetivo analisar os fatores técnicos e de custos do transporte florestal rodoviário de madeira. O estudo identificou e avaliou os fatores que influenciam o sistema de transporte de madeira, avaliou a eficiência operacional e por fim analisou os custos de transporte rodoviário. Foram avaliadas as operações pertencentes ao processo de transporte florestal, dentre elas a velocidade média, fatores operacionais do transporte de madeira e análise dos custos da frota da Empresa. Os veículos utilizados foram três modelos de caminhões. Com a realização da pesquisa foi possível conhecer com maiores detalhes o sistema de transporte adotado pela empresa, identificando as principais falhas e propondo melhorias para que as atividades de transportes sejam otimizadas. De acordo com os resultados da análise dos tempos operacionais, o caminhão A foi o que apresentou melhores resultados para disponibilidade mecânica e eficiência operacional com 93,23 e 83,86%, respectivamente. As atividades de maior representatividade nos tempos operacionais foram as paradas para refeição (média de 18,30% do tempo total), carregamento no campo (média de 20,04% do tempo total), tempo de paradas (média de 79,4% dos tempos improdutivos) e manutenções (média de 11,48% do tempo total). Em relação a análise de custo, concluiu-se que o caminhão B foi o que apresentou o melhor resultado em termos econômicos (5,53 R$/km). O caminhão A foi o que apresentou o maior custo de transporte de madeira (7,64 R$/km) no traslado do campo à serraria
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5055
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_8542_DISSERTAÇÃO-EDSON-FINAL.pdf839.04 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.