Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5087
Título: Bioquímica hepática e função tireoidiana de cães hígidos tratados com prednisona.
Autor(es): LANIS, A. B.
Orientador: COSTA, F. S.
Data do documento: 25-Mar-2011
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: LANIS, A. B., Bioquímica hepática e função tireoidiana de cães hígidos tratados com prednisona.
Resumo: A prednisona é um dos glicocorticóides mais prescritos na medicina veterinária e apesar dos vários efeitos benéficos, possui também diversos efeitos colaterais. Objetivou-se com o presente estudo avaliar, em cães submetidos à corticoterapia com prednisona, a ocorrência da hepatopatia esteroidal e de alterações na produção dos hormônios tireoidianos. Para isso foram utilizados oito cães hígidos, adultos, sem distinção de sexo. O experimento foi dividido em dois momentos, sendo o momento inicial imediatamente antes do uso da prednisona, e o momento seguinte após 30 dias de uso de prednisona na dose de 2mg/kg de peso, a cada 24 horas, por via oral. Com o presente estudo pode-se concluir pela análise bioquímica sérica que houve alteração hepática importante caracterizada por significativo aumento em ALT e AST (P<0,05). Pode-se concluir também que houve diminuição com significância estatística da concentração sérica de T4 total e T4 livre por diálise (P<0,05). Desta forma recomenda-se que a utilização desse fármaco seja acompanhada de monitorização por exames laboratoriais.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5087
Aparece nas coleções:PPGCV - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_3510_.pdf430.57 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.