Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5090
Título: Placa óssea bovina na fixação ex vivo do avanço da tuberosidade tibial em cães : avaliação mecânica, microscópica e microbiológica
Autor(es): Miranda, Fernando Borges
Orientador: Freitas, Patrícia Maria Coletto
Palavras-chave: Implantes artificiais
Transplante ósseo
Microbiologia
Placas ósseas (Ortopedia)
Biomecânica
Materiais biomédicos
Data do documento: 10-Set-2010
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Objetivou-se avaliar placas de osso bovino conservadas em solução saturada de sal, com ou sem tratamento químico, como estabilizador articular após desmotomia do ligamento cruzado cranial (LCCr) em cães ex vivo, sob os aspectos mecânicos, microbiológicos e microscópicos. Para tal, 34 placas foram usinadas e distribuídas em dois grupos: GS (n=17) - foram conservadas em solução saturada de sal a 150% por 45 dias; GPS (n=17) - foram submetidas a um tratamento químico anteriormente à conservação. Após, realizou-se desmotomia do LCCr, osteotomia da tuberosidade da tíbia, e avanço e fixação desta com as placas ósseas. Para a avaliação mecânica, realizou-se o ensaio de compressão nos espécimes (tíbia + placa). Observou-se presença de microorganismo nas placas do GS. No GPS verificou-se desnaturação do colágeno ósseo. Em ambos os grupos, as forças máximas suportadas excederam as forças fisiológicas estimadas para 110% do peso dos animais. Conclui-se que a solução saturada de sal promove lise nuclear sem afetar a disposição das fibras ósseas, sugerindo diminuição da antigenicidade do osso cortical bovino; o processamento químico é um método eficiente de esterilização de material cortical ósseo bovino; a placa óssea como estabilizador articular suporta aforça vertical máxima de compressão calculada para 110% do peso vivo sobre a tuberosidade da tíbia após o seu avanço.
The objective of this study was to evaluate bovine cortical bone plates preserved in over-satured salt solution associated or not with chemical treatment, as a joint stabilization method after desmotomy of the cranial cruciate ligament (CrCL) in dogs ex vivo, as for mechanics, microbiologic and microscopic aspects. For this proposal, 34 bone plates were manufactured and distributed in two groups: GS (n=17) – preserved in 150% over-saturated salt solution for 45 days; GPS (n=17) – underwent to chemical treatment before preservation. Later, the CrCL desmotomy, tibial tuberosity osteotomy and advancement and fixation of the tuberosity with the bone plates were performed. Then, compression tests of the specimes (tibia + bone plates) were performed for mechanical evaluation. Contamination was observed in group GS. It was observed collagen denaturation in GPS. In both groups the maximum supported force exceeded the physiologic load estimated in 110% of the living weight. We concluded that over-saturated salt solution may reduce cortical bone antigenicity; the chemical treatment is an effective sterilization method of cortical bone; and the bone plates as a joint stabilization method supports compressive forces applied on tibial tuberosity after its advancement.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5090
Aparece nas coleções:PPGCV - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_4659_.pdf6.44 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.