Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5204
Título: PROGRESSO ESPAÇO-TEMPORAL DA FUSARIOSE EM PLANTIOS DE PIMENTA-DO-REINO
Autor(es): ROCHA NETO, F. C.
Orientador: VITORIA, E. L.
SILVA, M. B.
Palavras-chave: Pimenta-do-reino
Fusarium solani
Epidemiologia
Data do documento: 27-Nov-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: ROCHA NETO, F. C., PROGRESSO ESPAÇO-TEMPORAL DA FUSARIOSE EM PLANTIOS DE PIMENTA-DO-REINO
Resumo: A pimenta-do-reino é o terceiro item na pauta das exportações agrícolas do Estado do Espírito Santo. A fusariose é uma das principais doenças da cultura por causar a morte da planta e inviabilizar a produção econômica. O estudo do comportamento espaço-temporal é uma importante ferramenta no diagnóstico e na orientação do manejo de doenças de plantas. Objetivou-se, com este trabalho, conhecer o comportamento espaço-temporal da fusariose em plantios de pimenta do-reino. O experimento foi conduzido em condições de campo, na região Norte do Estado do Espírito Santo, no período de julho de 2010 a janeiro de 2012. Foram selecionados quatro talhões de cada idade, 1, 2, 3, 4 e 5 anos, em diferentes lavouras de pimentado-reino, com 500 plantas cada. A incidência da fusariose foi avaliada bimensalmente. No estudo temporal, realizado por meio da curva de progresso da doença, o modelo monomolecular foi o que melhor se ajustou aos dados obtidos. O comportamento espacial mostrou uma distribuição inicial da doença de forma casualizada, seguindo a mudança do modelo para agregado, indicando o lento processo de disseminação da doença planta-a-planta, característico de patógenos habitantes do solo.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5204
Aparece nas coleções:PPGAT - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_7215_31 - Francisco de Castro Rocha Neto- dissertação20150904-103939.pdf1.48 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.