Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5262
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorBatista, Karla de Melo-
dc.date.accessioned2016-08-29T15:38:33Z-
dc.date.available2016-07-11-
dc.date.available2016-08-29T15:38:33Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/5262-
dc.format.mediumtexteng
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.rightsopen accesseng
dc.titleEstresse e hardiness entre equipe multiprofissional do Centro Cirúrgico de um Hospital Universitáriopor
dc.typemasterThesiseng
dc.subject.udc61-
dcterms.abstractIntrodução: O estresse ocupacional tem recebido atenção especial de pesquisadores, uma vez que influencia na satisfação, saúde e desempenho do trabalhador. Com vistas a proporcionar uma melhor avaliação do estresse, emerge a Personalidade Hardiness, a qual proporciona melhor enfrentamento diante de situações de estresse no trabalho. Ela está relacionada a três dimensões da personalidade: compromisso (HC), controle (HCT) e desafio (HD). Objetivo: identificar a relação entre intensidade de estresse e hardiness entre equipe multiprofissional do centro cirúrgico de um hospital universitário no município de Vitória, ES. Metodologia: Estudo transversal, analítico, com abordagem quantitativa, realizado com 58 participantes membros da equipe multiprofissional de centro cirúrgico de um hospital universitário. O instrumento de coleta de dados foi composto de questionário contendo itens de caracterização sociodemográfica, Escala de Estresse no Trabalho (EET) e Escala de Hardiness (EH). Para análise da normalidade dos dados, utilizou-se o teste Shapiro-Wilk. Para verificar a associação entre as variáveis, foram utilizados testes paramétricos, não paramétricos e coeficiente de correlação de Spearman. O nível de significância foi de 5% (0,050). A consistência interna dos instrumentos foi analisada pelo coeficiente Alfa de Conbrach. .Resultados: Verificado intensidade moderada de estresse em 55% da população e Personalidade Hardiness em 12% dos participantes. Não houve correlação estatisticamente significante entre a EET e HS, assim como com as variáveis testadas. Quanto ao hardiness, 60,3% dos profissionais apresentou nível alto na HC, 62,1% nível baixo na HCT e 58,6% nível alto na HD, sendo que HC apresentou correlação significante com a variável religião e emprego, HD apresentou correlação estatisticamente significante com emprego, filhos, idade e tempo no Centro cirúrgico. HCT teve relação estatisticamente significante com turno de trabalho. Conclusão: A equipe apresenta estresse em intensidade moderada. Características sociodemográficas e Personalidade Hardiness não influenciaram na percepção do estresse da equipe multiprofissional do centro cirúrgico.por
dcterms.abstractIntroduction: The occupational stress has received special attention from researcher, due to its influence on satisfaction, productivity, health and worker’s performance. In order to provide better stress confrontation at work, the hardiness personality comes out, improving coping faced to stress situations at work. It is associated to three personality’s dimensions: commitment, control and challenge. Objectives: identify the relationship between the stress intensity and hardiness among the surgery center’s multiprofessional team of a university hospital, in the city of Vitória, ES. Method: Cross-sectional and analytical study, which used quantitative approach and was carried out with 58 participants, all member of the surgery center’s multi professiona consisted on a questionnaire, containing socio-demographic characterization items, Workplace Stress Scale (WSS) and Hardiness Scale (HS). To analyze the data normality, the Shapiro-Wilk Test was used. To verify the association between the variables, parametric and non-parametric tests and the Spearman’s correlation coefficient was used. The significance level was 5% (0,050). The instruments internal consistency was analyzed using Conbrach’s alpha coefficient. Results: The results indicated moderate stress intensity in 55% of population and hardiness personality in 12% of participants. It was no statistically significant correlation found between the WSS and the HS, as well as in the tested variables. With regard of hardiness, 60,3% of professionals showed high level on HC, 62,1% low level on HCT and 58,6% high level on HD. HC showed significant correlation with the variables religion and work. HD showed statistically significant correlation with job, kids, age and length of service at the surgery center. HCT had statistically significant relationship with work shift. Conclusion: The team has a moderate intensity of stress. Socio- demographic characteristics and hardiness personality didn’t influence the stress’ perception in the surgery center’s multi professional team.eng
dcterms.creatorSilva, Rosana de Oliveira Carvalho-
dcterms.issued2014-01-23-
dcterms.languagePorpor
dcterms.subjectCentro cirúrgico hospitalarpor
dcterms.subjectPessoal de saúdepor
dcterms.subjectEsgotamento profissionalpor
dcterms.subjectEnfermagempor
dcterms.subjectAdministração do stresspor
dcterms.subjectCentros cirúrgicos - Stress ocupacionalpor
dcterms.subjectGrupos de trabalhopor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Enfermagempor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqEnfermagempor
dc.publisher.courseMestrado Profissional em Enfermagempor
dc.contributor.refereeGuido, Laura de Azevedo-
dc.contributor.refereeCastro, Denise Silveira de-
Aparece nas coleções:PPGENF - Dissertações de mestrado profissional

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_6020_Dissertacao_RosanadeOCarvalhoSilva.pdf2.45 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.