Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5274
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorLima, Eliane de Fátima Almeida-
dc.date.accessioned2016-08-29T15:38:35Z-
dc.date.available2016-07-11-
dc.date.available2016-08-29T15:38:35Z-
dc.identifier.citationMATIELLO, Raquel Duarte Correa. Cultura de segurança do paciente na perspectiva do enfermeiro. 2015. 67 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2015.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/5274-
dc.format.mediumtexteng
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.subjectAvaliação de serviços de saúdepor
dc.subjectQualidade da assistência à saúdepor
dc.subjectSegurança do pacientepor
dc.titleCultura de segurança do paciente na perspectiva do enfermeiropor
dc.typeMasterThesiseng
dc.subject.udc61-
dc.subject.br-rjbnServiços de enfermagempor
dc.subject.br-rjbnCultura organizacionalpor
dcterms.abstractIntrodução: Em 2004, a Organização Mundial de Saúde definiu como prioridade o desenvolvimento de pesquisas baseadas em evidências científicas com melhores práticas voltadas a segurança do paciente. No Brasil, em Julho de 2013, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária instituiu a Resolução da Diretoria Colegiada RDC 36, que vigora em nível nacional e que contribuirá para que as instituições de saúde priorizem estratégias de fortalecimento para o gerenciamento de riscos e consolidação de uma cultura de segurança. Para melhorar a segurança do paciente, é imprescindível implementar uma política institucional de cultura de segurança, embora seja um dos mais difíceis passos para uma instituição. Inicialmente, para que essa mudança ocorra, é essencial o levantamento dos fatores organizacionais que impedem a formação desta cultura. Objetivos: Avaliar as atitudes e cultura de segurança do paciente na perspectiva do enfermeiro e identificar os fatores que influenciam na segurança do pacientes. Metodologia: estudo transversal, realizado com enfermeiros que atuam em um hospital de assistência terciária, sendo referência para tratamento oncológico. Os dados foram coletados entre os meses de abril e maio de 2015 através da aplicação do Questionário de Atitudes de Segurança - SAQ (Safety Attitudes Questionnaire Short Form). Resultados: dos seis domínios do SAQ, apenas o domínio Satisfação no Trabalho apresentou média maior que 75 (78,39), sendo considerada avaliação positiva no local de trabalho. Quanto ao Clima de Segurança 89% dos profissionais concordam que erros são tratados de forma apropriada. O menor escore obtido foi no domínio Percepção da Gerência, que pode indicar que a visão dos profissionais de enfermagem para a promoção da segurança do paciente não é percebida pela gestão hospitalar. Conclusão: Cinco das seis dimensões avaliadas apresentaram escores abaixo do esperado principalmente quanto à percepção da gerência e condições de trabalho. Desafios com a colaboração e a comunicação entre os profissionais merecem ser trabalhado para que juntos possam melhorar a cultura de segurança e consequentemente a qualidade dos serviços de saúde prestados aos pacientespor
dcterms.abstractIntroduction: In 2004, the World Health Organization defined as priority the development of research based on scientific evidence with best practices for the patient’s safety. In Brazil, in July 2013, the National Sanitary Agency (Agência Nacional de Vigilância Sanitária, ANVISA) established the Directory Resolution RDC 36, which encompasses the whole country, and which will contribute for the prioritization, by the healthcare institutions, of strengthening strategies for the risk management and the consolidation of a safety culture. To improve the safety of the patient, it is necessary to implement a safety culture as an institutional policy, although this is one of the most difficult steps for an institution to take. Initially, for that change to occur, a survey of the organizational factors that hinders the formation of this culture is crucial. Objectives: To assess the attitudes and safety culture of the patient in the Nurse’s perspective, and to identify the factors that influence in the safety of the patients. Methodology: This is a transversal study, done with Nurses who work at a tertiary assistance hospital, which is reference for oncologic treatment. The data was collected between April and May, 2015, through the application of the Safety Attitudes Questionnaire – Short Form). Results: Out of the six SAQ domains, only the Satisfaction with the Job domain presented a mean higher than 75 (78.39), being considered a positive evaluation of the work place. As for the Safety Climate, 89% of the professionals agreed that errors are treated in an appropriate way. The lower score was for the domain Perception of Management, which can indicate that the vision of the Nursing professionals for the promotion of the patient’s safety isn’t perceived by the hospital management. Conclusion: Five out of the six dimensions evaluated presented scores lower than expected, mainly in regard to the Perception of Management and the Workplace Conditions. The challenges with collaboration and communication between professionals need to be improved in order that all together might improve the safety culture and, consequently, the overall quality of the services provided to the patients.eng
dcterms.creatorMatiello, Raquel Duarte Correa-
dcterms.issued2015-12-18-
dcterms.languagePorpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Enfermagempor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqEnfermagempor
dc.publisher.courseMestrado Profissional em Enfermagempor
dc.contributor.refereePrimo, Cândida Caniçali-
dc.contributor.refereeCoelho, Maria Carlota Rezende-
Aparece nas coleções:PPGENF - Dissertações de mestrado profissional

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_7613_CD.11 MARÇO.Raquel Matiello dissertacao mestrado.pdf879.95 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.