Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5350
Título: UTILIZAÇÃO DE RESÍDUO INDUSTRIAL COMO CARGA MINERAL PARA A PRODUÇÃO DE TINTA
Autor(es): PORTO, A. S.
Orientador: YOSHIOKA, C. M. N.
Data do documento: 15-Out-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: PORTO, A. S., UTILIZAÇÃO DE RESÍDUO INDUSTRIAL COMO CARGA MINERAL PARA A PRODUÇÃO DE TINTA
Resumo: A utilização de resíduos para a produção de novos produtos, além de reduzir o impacto dos processos produtivos sobre o meio ambiente, também ajuda para a redução do uso de recursos naturais e contribui para a economia de energia. A lama de cal é um resíduo sólido gerado no processo de produção da celulose; ela é geralmente enviada para o aterro industrial como um resíduo, no entanto, a lama de cal é composta principalmente por carbonato de cálcio (CaCO3) e possui características propícias para um estudo mais aprofundado visando o aumento de sua utilização. A maioria dos trabalhos encontrados na literatura mostram o uso da lama de cal para correção de acidez do solo. A partir desta perspectiva, o objetivo deste trabalho foi estudar a possibilidade da utilização da lama de cal como como carga mineral na fabricação de tinta imobiliária à base de água e, como resultado desta utilização, demonstrar a oportunidade de economia de energia. Neste trabalho, além do levantamento do consumo energético do processo de produção da carga mineral utilizada para a produção de tintas à base de água, seis amostras de lama de cal provenientes do processo de produção de uma indústria de celulose foram caracterizadas, e os resultados foram comparados com uma amostra padrão de carga mineral utilizada comercialmente para a produção de tintas, que também foi caracterizada. As amostras foram caracterizadas por difração de raios-X (DRX), espectrometria de fluorescência de raios-X (FRX), área de superfície específica, tamanho de partícula por difração a laser, pH, alvura, cor, teor de CaCO3 e foram submetidas a análises de absorção de óleo, poder de cobertura e razão de contraste. Amostras de tinta foram preparadas com a carga mineral padrão e com a lama de cal. As amostras de tinta foram submetidas a análises de pH, poder de cobertura, razão de contraste, alvura e cor. A análise dos resultados permite concluir que o resíduo industrial "lama de cal" pode ser utilizado como carga mineral para produzir tintas imobiliárias à base de água; além de proporcionar uma vantagem econômica na formulação da tinta, a sua utilização, contribui para a economia de energia, redução do impacto ambiental e uso de recursos naturais.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5350
Aparece nas coleções:PPGEN – Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_9246_Anderson Porto-Versão final.pdf1.63 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.