Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5401
Título: Participação dos Trabalhadores na Elaboração das Políticas de Saúde e de Saúde do Trabalhador.
Autor(es): REIS, M. M.
Orientador: BORGES, L. H.
Coorientador: ARAUJO, M. D.
Palavras-chave: Saúde
Saúde do Trabalhador
Participação
Data do documento: 29-Ago-2008
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: REIS, M. M., Participação dos Trabalhadores na Elaboração das Políticas de Saúde e de Saúde do Trabalhador.
Resumo: A pesquisa teve por objeto de estudo avaliar a participação de dirigentes sindicais na elaboração de Políticas de Saúde. Analisa tal participação nos fóruns e arenas de debates já instituídos, como os Conselhos de Saúde e as Conferências de Saúde, nas três instâncias. Verifica também se existem outras formas de participação e como elas têm se dado. Busca identificar a importância dos espaços institucionalizados para vocalização das demandas de saúde dos trabalhadores. Em virtude de o estudo envolver categorias sociais e enfatizar o cotidiano da participação através da práxis social, a abordagem qualitativa mostrou-se como uma boa opção para a investigação, por meio da metodologia da análise de discurso ou produção de sentidos (SPINK, 2000). Foram entrevistados oito dirigentes sindicais que participavam, na ocasião, do Coletivo de Saúde da Central Única dos Trabalhadores (CUT) por terem afinidade com o tema e por conhecerem os espaços de participação. Seguindo a metodologia, elaborou-se um mapa de associação de idéias, o qual mostra o sentido dado pelos dirigentes sindicais às categorias de análise. Verificou-se que esses dirigentes sindicais têm uma concepção de saúde como força e disposição para o trabalho e também para o lazer, que se associa a um bem-estar físico, psíquico, social e espiritual. Para eles, o SUS é tido por um sistema de saúde muito bom, por ser universal e estar pautado no princípio da integralidade, mas ainda difícil de praticar devido a problemas de financiamento e gestão. Eles citam a participação nas arenas políticas instituídas como importante, porém incipiente e estão desenvolvendo outras práticas participativas além do que há de instituído
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5401
Aparece nas coleções:PPGASC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_2614_2006_MARGARETH MARCHESI REIS_dissertacao.pdf299.38 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.