Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5404
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorAMORIM, M. H. C.
dc.date.accessioned2016-08-30T10:50:03Z-
dc.date.available2016-07-11
dc.date.available2016-08-30T10:50:03Z-
dc.identifier.citationOLYMPIO, P. C. A. P., Bases Psiconeuroimunologicas das Mulheres Mastectomizadas Submetidas à Hormonioterapiapor
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/5404-
dc.format.mediumtexten
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleBases Psiconeuroimunologicas das Mulheres Mastectomizadas Submetidas à Hormonioterapiapor
dc.typemasterThesisen
dcterms.abstractEste estudo visa avaliar as bases psiconeuroimunológicas de mulheres mastectomizadas quando submetidas à hormonioterapia utilizando como marcador imunológico a Imunoglobulina A salivar (IgAs). Trata-se de um estudo de ensaio clínico aleatorizado, composto de uma amostra de 55 mulheres, realizado no Programa de Reabilitação para Mulheres Mastectomizadas (PREMMA) no ambulatório de Oncologia Ylza Bianco e na secretaria do setor de quimioterapia, que funcionam no Hospital Santa Rita de Cássia, Vitória/ES, Brasil. Tem como objetivo avaliar o nível de IgAs de mulheres mastectomizadas submetidas a hormonioterapia e examinar a correlação entre a IgAs dessas mulheres com as variáveis idade, tabagismo, etilismo, tipo de carcinoma de mama, grau de estadiamento do câncer, sinais e sintomas de estresse, traço de ansiedade, estado de ansiedade e sinais e sintomas de depressão. Na coleta de dados sobre tais variáveis utiliza como instrumentos uma entrevista com registro em formulário, o STAI-STATE TRAIT ANXIETY INVENTORY (IDATE), a Lista de Sinais e Sintomas de Stress (LSS/VAS) e a Escala de Depressão Pós-Parto de Edinburgh (EPDS). Faz uso da imunoturbidimetria para dosar os níveis de IgAs, colhendo as amostras de saliva em dois momentos: antes de iniciar uso de tamoxifeno e três meses após início do tratamento. No tratamento estatístico utiliza o SPSS versão 13.0. Conclui-se neste estudo que não houve relação significativa entre a IgAs e as variáveis idade; tabagismo; etilismo; tipo de carcinoma de mama; sinais e sintomas de estresse; traço de ansiedade; estado de ansiedade. Entretanto, houve diferença signifitiva quanto ao grau de estadiamento e sinais e sintomas de depressão. Palavras-chaves: Câncer de mama, Imunoglobulina A, Ansiedade, Estresse, Depressão e Tamoxifeno.por
dcterms.creatorOLYMPIO, P. C. A. P.
dcterms.issued2008-06-03
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Saúde Coletivapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Saúde Coletivapor
dc.contributor.refereeVASCONCELLOS, E. G.
dc.contributor.refereeCASTRO, D. S.
Aparece nas coleções:PPGASC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_2884_.pdf1.45 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.