Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5415
Título: Trabalhadores do setor de rochas ornamentais : vida, trabalho, saúde e acesso aos serviços de saúde
Autor(es): Baptistini, Marcela Almeida
Orientador: Borges, Luiz Henrique
Palavras-chave: Saúde do trabalhador
Rochas ornamentais
Morbidade referida
Occupational health
Ornamental rocks
Morbidity
Referred
Data do documento: 2009
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O processo saúde-doença de uma população é determinado socialmente, sendo o trabalho um fator que influencia fortemente o perfil de morbi-mortalidade dos indivíduos. Objetivo: Estudar as condições de trabalho, saúde e acesso aos serviços de saúde referidos pelos trabalhadores da indústria de rochas ornamentais, moradores do distrito de Itaóca Pedra - Cachoeiro de Itapemirim / ES. Metodologia: Estudo quantitativo, de caráter descritivo e delineamento transversal, envolvendo os trabalhadores do setor de rochas ornamentais. Os dados foram coletados através de questionário, aplicado diretamente no domicílio do trabalhador, constando de quatro partes: caracterização sócio-demográfica e do domicílio; morbidade referida e acesso aos serviços de saúde; hábitos de vida; e perfil de inserção/organização do trabalho e cargas de trabalho referidas. Foram alvos da pesquisa 187 trabalhadores, selecionados a partir de sorteio em base de dados do sindicato dos trabalhadores da categoria, de onde foi calculada a amostra mínima. Os dados foram tabulados e analisados de forma descritiva e se buscou, através da estatística analítica, a relação entre variáveis. Resultados: Dentre os vários aspectos abordados na pesquisa, destaca-se o grande percentual de trabalhadores que referiram a presença de algum sinal ou sintoma nos quinze dias anteriores à entrevista e também nos últimos doze meses, 45,5% e 44,9%, respectivamente. Além disso, o percentual de acidente de trabalho entre os trabalhadores também foi bastante alarmante, 49,2%. Do ponto de vista do acesso aos serviços de saúde, quando apresentaram problemas de saúde, o pronto atendimento público foi o mais procurado para morbidade aguda, enquanto que os consultórios médicos privados foram mais procurados para a morbidade crônica. Conclusão: Os altos percentuais de morbidade referida revelam diretamente a grave situação de saúde em que os trabalhadores se encontram, considerando que a concepção de saúde dos mesmos se resume em aptidão para o trabalho, e, indiretamente, revelam as condições inadequadas em que o trabalho é realizado, proporcionando, assim, esse tipo de perfil. Além disso, o serviço de atenção básica do distrito não se constitui numa referência para atenção à saúde destes trabalhadores.
Health-disease process of a given population is socially determined; employment status exerts great influence over the morbidity-mortality profile of individuals. Objectives: This study aims to elucidate work conditions, health profile and access to health services as referred by workers of the ornamental rocks mining industry from Itaóca Pedra – Cachoeiro do Itapemirim / ES. Methods: This is a quantitative, descriptive, cross sectional study with a sample of workers from the ornamental rocks mining industry. Data was collected through the application of a four stage questionnaire at sample’s individual’s homes; the four stages were: sociodemographic characterization of individuals and homes, referred morbidity and access to health services, lifestyle, referred employment status and work shifts. 187 workers were randomly drawn from the Rock Mining Industry Workers Union database to compose the study’s sample; minimum sample size was calculated for this. Information was organized and analyzed using descriptive methods and through analytical statistics the relationship between variables was determined. Results: Among all aspects approached by this study, the great percentage of workers who referred having any sort of sign or symptom over the previous 15 days and latest 12 months (45.5% and 44.9% respectively) should be highlighted for its magnitude. Also, the percentage of workers who referred ever being involved in work accidents (49.2%) was alarming. Acute morbidities led workers more often to seek health care in emergency rooms while chronic morbidities were more often treated by private health care professionals. Conclusions: High percentages of referred morbidities expose how critical the health status of the studied workers is. It becomes even more serious if related to their poor concept of health as being solely aptitude for work; this concept indirectly reveals inadequate work conditions experienced by these, therefore legitimizing the observed profile. Also, the public basic care unit of this district is not considered a reference for health care by these workers.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5415
Aparece nas coleções:PPGASC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_3290_.pdf1.27 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.