Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5468
Título: Formação profissional do técnico em enfermagem para o trabalho em equipe
Autor(es): RIBEIRO, R. O.
Orientador: SILVA, M. Z. E.
Palavras-chave: Equipe de Enfermagem
Formação de Recursos Humanos
Pessoal
Data do documento: 29-Ago-2011
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: RIBEIRO, R. O., Formação profissional do técnico em enfermagem para o trabalho em equipe
Resumo: O técnico de enfermagem (TE) possui um importante papel nas equipes de saúde que vão além da sua capacidade técnica quando considerado o seu potencial de mediação nas ações de saúde. Este estudo propôs analisar o processo de formação dos profissionais técnicos de enfermagem para o trabalho em equipe nos cursos técnico-profissionalizantes de Vitória-ES. Tratou-se de um estudo exploratório de campo e documental, de abordagem qualitativa e quantitativa. Para isso, foi realizado um estudo do Projeto Político Pedagógico (PPP) de cada estabelecimento de ensino bem como das suas ementas disciplinares e matrizes curriculares. Em seguida, por meio de um roteiro de entrevista semi-estruturado foram realizadas entrevistas individuais com 27 discentes das instituições de ensino pesquisadas e com três gestores pedagógicos destas instituições. Os dados dos PPPs foram analisados por meio da transcrição direta e quantificação de variáveis tais como carga horária, número de módulos e disciplinas. Já os dados obtidos por meio das entrevistas foram analisados à luz do Discurso do Sujeito Coletivo. Observou-se por meio dos PPPs que estes são orientados por competências, habilidades e bases científicas propostas pelas Diretrizes Curriculares para o Ensino Técnico da Área da Saúde e abordam o trabalho em equipe como uma competência do profissional técnico de enfermagem. Nas ementas e nos currículos evidenciam-se maior carga horária para as disciplinas que compõem as ciências da enfermagem, seguidas das ciências biomédicas, em detrimento das disciplinas da área de ciências humanas, sociais e da Saúde Coletiva. Os discentes e coordenadores confirmaram que o tema trabalho em equipe está presente em sala de aula, sendo reforçada a idéia de ser essencial para a manutenção do profissional no mercado de trabalho, por isso, na formação vem sendo enfocada condutas e comportamentos a serem adotados nos ambientes de trabalho. O espaço de estágio tem sido predominantemente o hospitalar, assim como o desejo de trabalho futuro por parte dos discentes. A esse respeito os coordenadores relataram que a demanda de TE por hospitais é maior do que para outros espaços de trabalho. Com isso podemos concluir que na formação do TE nos espaços analisados predominam a formação centrada no modelo hospitalocêntrico e biomédico, focado na saúde individual e na técnica, o que dificulta a participação desses profissionais de forma interativa, articulada e integrada nas ações das equipes de saúde.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5468
Aparece nas coleções:PPGASC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_5073_.pdf1.33 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.