Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5496
Título: Encontros na Escola: Afecções Adolescentes
Autor(es): PENTEADO, H. A.
Orientador: FIGUEIREDO, T. A. M.
Palavras-chave: Bullying
Saúde Coletiva
Adolescente
Emoções
Data do documento: 4-Mar-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: PENTEADO, H. A., Encontros na Escola: Afecções Adolescentes
Resumo: Este estudo teve como objetivo geral conhecer as afecções no sentido filosófico do conceito baseado em Spinoza dos adolescentes e a potência dessas afecções na vida deles, no Programa de Educação em Tempo Integral, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Prezideu Amorim, no município de Vitória - Espírito Santo. Tratou-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, de inspiração cartográfica, na perspectiva da esquizoanálise. Foi utilizado o Esquizodrama, uma linha do Institucionalismo, como disparador na criação de agenciamentos e dispositivos, na busca de formas subjetivadas de ser e de vir a ser. Buscou-se conhecer os afetos daquele que é assistido, o educando, o adolescente de escola pública situada na periferia, estigmatizado por preconceitos, discriminado e à margem de muitas oportunidades; imerso no cenário de violência, que atualmente se denomina bullying escolar e que faz parte dos maus encontros. A violência não acontece somente nesse território delimitado; ele reverbera no entorno, fora da escola, provocando dispersão e uma sucessão de maus encontros desses estudantes com a realidade posta. Através do pensamento de Spinoza, de Deleuze, Guattari e Baremblitt, buscou-se compreender os bons e os maus encontros, numa intervenção na escola , focando as virtualidades e os bons encontros. Como dispositivos para a produção do material, foram utilizadas visitas monitoradas, observação participante, diário de campo, fotografias, pictografias, oficinas de contar histórias, Esquizodrama e varal Estandartes de Emoções. Constatamos a importância da ampliação de ações como esta, como também a formação de pessoas que possam dominar estes dispositivos para criar condições favoráveis ao empoderamento do adolescente em sua vida, possibilitando, cada vez mais, bons encontros. Foi aberta uma possibilidade: a de se encontrarem na escola, com seus pares, seus iguais e singulares.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5496
Aparece nas coleções:PPGASC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_6321_2011_Helena de Arruda Penteado.pdf5.95 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.