Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5563
Título: Associação entre exposição a adversidades na infância e tabagismo na vida adulta
Autor(es): Faria, Ana Paula Araújo
Orientador: Viana, Maria Carmen
Palavras-chave: Experiência adversa na infância
Maus-tratos na infância
Abuso na infância
Abuso infantil
Tabagismo
Dependência de tabaco
Adverse childhood experience
Childhood maltreatment
Childhood abuse
Child abuse
Nicotine dependence
Tobacco addiction
Tobacco smoking
Data do documento: 20-Mar-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A associação entre experiências adversas na infância e o tabagismo tem sido documentados na literatura científica. Entretanto, há poucos estudos avaliando de forma sistemática papel da exposição a essas experiências na infância na ocorrência desse desfecho na vida adulta. O objetivo deste trabalho é avaliar a influência da exposição a uma ampla variedade de experiências adversas ocorridas na infância na ocorrência do tabagismo e do tabagismo precoce através de dois estudos: uma revisão sistemática e análise de dados do estudo epidemiológico dos transtornos mentais São Paulo Megacity. A revisão sistemática consistiu na busca de artigos através dos seguintes termos de busca: adverse childhood experience, childhood maltreatment, childhood abuse, child abuse and nicotine dependence, smoke, tobacco addiction, tobbaco smoking que levaram a identificação de 2632 artigos selecionados dos quais 30 atenderam aos critérios de inclusão do estudo. Os resultados obtidos foram: dos 30 artigos avaliados na revisão sistemática apenas três não verificaram associação entre as variáveis. O segundo estudo foi realizado com uma amostra probabilística da população geral (18 anos ou mais) da região metropolitana de São Paulo em que foram realizadas análises de associação (razões de chances - OR). As análises foram feitas através do programa estatístico Data Analysis and Statistical Software versão 12.0 (STATA 12.0), como resultado foi demonstrado que houve associação estatisticamente significativa entre exposição a adversidades na infância e tabagismo para a maioria das adversidades, exceto abuso sexual, perda parental e adversidade econômica.Todas as adversidades, exceto o abuso sexual e adversidade econômica, foram associadas a uma maior probabilidade de se tornar dependentes da nicotina mais cedo, mesmo após o ajuste para sexo, coorte de nascimento e maior nível educacional dos pais.
The association between adverse childhood experiences and smoking has been documented in scientific literature. However, few studies evaluating systematically role of exposure to these childhood experiences in the occurrence of this outcome in adult life. The aim of this study is evaluate the influence of exposure to a wide variety of adverse experiences occurring in childhood in the occurrence of smoking and early smoking through two studies: a systematic review and analysis of epidemiological study of mental disorders São Paulo Megacity. The systematic review was a search for articles using the following search terms: adverse childhood experience, childhood maltreatment, childhood abuse, child abuse and nicotine dependence, smoke, tobacco addiction, tobacco smoking that lead to identification of selected articles in 2632 of which 30 met the criteria for inclusion in the study. The results were: the 30 articles evaluated in the systematic review only three did not find association between the variables. The second study was conducted with a random sample of the general population (18 years or older) in the metropolitan São Paulo in which they were performed association analyzes (odds ratio - OR). The analyzes were performed using the statistical program Data Analysis and Statistical Software Release 12.0 (STATA 12.0) as a result it was demonstrated that there was a statistically significant association between exposure to adversities in childhood and smoking for most adversity, except sexual abuse, parental loss and economic adversity. All adversities, except sexual abuse and economic adversity, were associated with a higher chance of becoming nicotine dependent earlier, even after adjusting for gender, birth-cohort and highest parents’ education.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5563
Aparece nas coleções:PPGASC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_8814_2013_Ana Paula atualizada.pdf1.32 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.