Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5600
Título: Diagnóstico da produção de mudas em viveiros registrados e propagação vegetativa da pimenteira-do-reino (Piper nigrum L.) no Norte do Espírito Santo
Título(s) alternativo(s): Diagnosis of seedling production in nursery vegetative registered and propagation of the black pepper (Piper nigrum L.) in northern Espírito Santo
Autor(es): Freire, Robson Rangel
Orientador: Alexandre, Rodrigo Sobreira
Coorientador: Schmildt, Edilson Romais
Lopes, José Carlos
Palavras-chave: Estaquia
Viveiristas
Substrato
Lavoura
Enraizamento e mudas
Cuttings
Nurserymen
Substrate
Crops
Rooting and cuttings
Data do documento: 26-Fev-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: FREIRE, Robson Rangel. Diagnosis of seedling production in nursery vegetative registered and propagation of the black pepper (Piper nigrum L.) in northern Espírito Santo. 2013. 91 f. Dissertação (Mestrado em Agricultura Tropical) - Universidade Federal do Espírito Santo, São Mateus, 2013.
Resumo: The cultivation of black pepper (Piper nigrum L.) for commercial purposes, in the State of Espírito Santo, began in the 70s, being the cv. Bragantina currently the most representative among crops in this State. The urge to keep its status in the cultivation of this specific kind of spice demands, urgently, further studies and therefore, thorough research using appropriate technologies for the region. In this sense the quality of mother plants begins with the production of seedlings of excellence. Despite the experience of the greenhouse workers in the region to produce nursery plants by cuttings, the steps in this process should be thoroughly inspected to ensure maximum efficiency. The study aimed to investigate the system of production of black pepper cuttings, including the efficiency of substrates used in the nurseries. It was requested to the Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) the location of nurseries in accordance with applicable law and based on the information provided technical visits were made to 11 nurseries, recorded through a questionnaire. Samples of the substrates used in the production of seedlings were collected. The responses from the questionnaires were tabulated and converted into graphs of relative frequency for better contextualization of the situation, and the substrates were used to assemble a factorial experiment 11 (substrates) x 2 (presence or absence of 3-butyric acid (IBA)) aiming to evaluate the rooting of black pepper grow Bragantina conducted in randomized block design with four replications of 16 cuttings in a greenhouse located in the Centro Universitário Norte do Espírito Santo, in São Mateus-ES. It was found that there is no uniformity in seedling production, in the nurseries infrastructure nor the techniques used. The differences are related to the origin of the parental plants, plant propagation, and management for seedling growth, ensuring, through analysis, the difference in chemical composition, physical and biological substrates of, mainly influenced by the diversity of the source of organic matter and the use or not of lime and fertilizers. It was concluded that, despite all the nurseries are registered at the Registro Nacional de Sementes e Mudas (RENASEM) and comply with the legal requirements in force, we still need to research and study the differences so that the production of black pepper cuttings can exceed its excellence in results. The quality of the rooting of black pepper on the substrates used by nurserymen, was statistically analyzed by multiple comparisons (Tukey or Scott-Knott in 5% level of probability), and it was found significant increase in the percentage of rooting with the use of IBA and also a reasonable difference in the quality of the rooting between substrates
O cultivo da pimenteira-do-reino (Piper nigrum L.) para fins comerciais, no Espírito Santo, iniciou-se na década de 70, sendo hoje a cv. Bragantina a mais representativa nas lavouras capixabas. A pipericultura no Espirito Santo necessita urgente de estudos e pesquisas para continuar a ser destaque de produtividade, com tecnologias apropriadas para a região. Neste sentido a qualidade das plantas matrizes inicia-se com a produção de mudas de excelência. Apesar da experiência dos viveiristas da região em produzirem mudas por estaquia, as etapas deste processo devem ser muito bem inspecionadas para garantir o máximo de eficiência. O estudo teve como objetivo investigar o sistema de produção de mudas de pimenteira-do-reino e a qualidade dos substratos utilizados nos viveiros. Foi solicitado ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) a localização de viveiros em conformidade com a legislação pertinente, e mediante as informações prestadas foram realizadas visitas técnicas a 11 viveiros, registradas por meio de um questionário. Coletaram-se amostras dos substratos utilizados na produção de mudas. As respostas dos questionários foram tabeladas e transformadas em gráficos de frequência relativa para melhor contextualização da situação. Os mesmos substratos foram utilizados para montar um experimento fatorial 11 (substratos) x 2 (presença e ausência de ácido-3-indolbutírico (AIB), visando avaliar o enraizamento de estacas de pimenteira-do-reino cv. Bragantina, que foi conduzido em blocos ao acaso com quatro repetições de 16 estacas, na casa de vegetação localizada no Centro Universitário Norte do Espírito Santo, no município de São Mateus-ES. Constatou-se que não existe uniformidade na produção de mudas, na infraestrutura dos viveiros e nas técnicas utilizadas. As diferenças estão relacionadas à origem das plantas matrizes, ao material propagativo, e ao manejo durante o crescimento das mudas, ficando confirmada pelas análises, diferenças na composição química, física e biológica dos substratos, influenciadas, principalmente, pela diversidade da fonte de matéria orgânica e a utilização ou não de corretivos e adubações. Conclui-se que, apesar de todos os viveiros serem registrados no Registro Nacional de Sementes e Mudas (RENASEM) e estarem em conformidade com as exigências legais em vigência, ainda é necessário pesquisar e estudar as divergências para que a produção de mudas de pimenteira-do-reino possa alcançar a excelência nos resultados. A qualidade do enraizamento de estacas de pimenteira-do-reino nos substratos utilizados pelos viveiristas, foi analisada estatisticamente por testes de médias (Tukey ou Scott-Knott em nível de 5% de probabilidade), e constatou-se aumento significativo na porcentagem de enraizamento com a aplicação de ácido indolbutírico, e diferença significativa na qualidade do enraizamento entre os substratos
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5600
Aparece nas coleções:PPGAT - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Robson Rangel Freire.pdf1.48 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.