Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5685
Título: Gestão do trabalho na saúde : com a palavra, atores da estratégia saúde da família do município de Linhares ES
Autor(es): Felsky, Camila Nogueira
Orientador: Lima, Rita de Cassia Duarte
Coorientador: Garcia, Ana Claudia Pinheiro
Palavras-chave: Gestão do trabalho
Saúde da Família
Trabalhadores
Gestor de Saúde
Management of labor
Family Health
Workers
Health Manager
Data do documento: 15-Jul-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: FELSKY, Camila Nogueira. Gestão do trabalho na saúde : com a palavra, atores da estratégia saúde da família do município de Linhares ES. 2013. 110 f. Dissertação (Mestrado em Política, Administração e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2013.
Resumo: This dissertation discusses labor management in the Family Health Strategy, from the meanings attributed by managers and workers to the policies and actions in this field, as well as their implications for workers in family health teams. This is an exploratory, descriptive, qualitative study, conducted in Linhares, Espírito Santo, related to municipal management in the period 2009-2012. Semi-structured interviews were conducted with three managers of the municipal health office and focus groups were carried out with twenty-four workers of three family health teams (community health workers, nursing auxiliary, nurses and physician). Data analysis was performed using the content analysis technique proposed by Bardin (2011). From this analysis, seven categories emerged: knowledge about labor management policies; labor links status; employment relationship; plan of careers jobs and salaries and remuneration; work infrastructure; workload; education and training. It was observed limited knowledge about the labor management policies formulated by the Brazilian Ministry of Health, by both managers and workers. In general, there was little appreciation of initiatives aimed at improving working relations, conditions and processes of teams. The effects of this scarce investment were felt by the workers, who reported various dissatisfactions and insecurities. Thus, despite the increase in the formulation of policies for the field of the labor and education management in health for the Brazilian National Health System at the federal level, the research points to the need for studies that assist in the expansion of tools that promote higher visibility and knowledge of these policies, whereas in the city studied they are not known, which hinders their implementation. Furthermore, although the respondents recognize the importance of labor management for favoring a major role of those involved in the production of health, it turns out that this recognition is still more on the level of speech and is not reflected on the municipal political agenda
Esta dissertação discute a gestão do trabalho na Estratégia Saúde da Família, a partir dos sentidos atribuídos pelos gestores e trabalhadores às políticas e ações nesse campo, bem como de suas implicações para os trabalhadores das equipes de saúde da família. Trata-se de uma pesquisa exploratória, descritiva, de abordagem qualitativa, realizada no município de Linhares, Espírito Santo, referente à gestão municipal no período de 2009 a 2012. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com três gestores da secretaria municipal de saúde e grupos focais com 24 trabalhadores de três equipes de saúde da família (agentes comunitários de saúde, técnicos de enfermagem, enfermeiros e médicos). Para analisar os dados, utilizou-se a técnica de análise de conteúdo, proposta por Bardin (2011). Dessa análise, emergiram sete categorias: conhecimento sobre as políticas de gestão do trabalho; inserção no cargo; vínculo trabalhista; plano de carreiras, cargos e salários e remuneração; infraestrutura de trabalho; carga de trabalho; formação e capacitação. Observou-se conhecimento limitado sobre as políticas de gestão do trabalho formuladas pelo Ministério da Saúde, tanto por parte dos gestores, quanto dos trabalhadores. De uma forma geral, houve pouca valorização de iniciativas voltadas para a melhoria de relações, condições e processos de trabalho das equipes. Os efeitos desse escasso investimento foram sentidos pelos trabalhadores das equipes, que relataram diversas insatisfações e inseguranças. Assim, apesar do incremento na formulação de políticas de gestão do trabalho e da educação para o Sistema Único de Saúde em âmbito federal, a pesquisa aponta para a necessidade de estudos que auxiliem na ampliação de ferramentas que promovam maior visibilidade e conhecimento sobre essas políticas, considerando que, em Linhares, elas são pouco conhecidas, o que limita sua implementação. Além disso, ainda que os entrevistados reconheçam a importância da gestão do trabalho para o favorecimento de um maior protagonismo dos sujeitos envolvidos na produção da saúde, verifica-se que esse reconhecimento ainda se encontra mais no plano do discurso e não se reflete na agenda política municipal
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5685
Aparece nas coleções:PPGASC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Camila Nogueira Felsky.pdf2.02 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.