Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5713
Título: Análise das principais causas de troca de esquemas anti-retrovirais no tratamento de aids em crianças atendidas no ambulatório do Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória
Autor(es): Macedo, Cristina Ribeiro
Orientador: Rocha, Renata Abdalla Pires da
Palavras-chave: Aids
crianças
. tratamento
troca
Aids
children
treatment
change
Data do documento: 6-Abr-2006
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: MACEDO, Cristina Ribeiro. Análise das principais causas de troca de esquemas anti-retrovirais no tratamento de aids em crianças atendidas no ambulatório do Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória. 2006. 125 f. Dissertação (Mestrado em Política, Administração e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2006.
Resumo: The study was developed in the Infectious Deseases Ambulatory of the Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória (HINSG), Vitória (ES), Brazil. From the 230 children that were included, 98 were exposed to HIV virus so they were followed to asses their serum status and 116 children that where were on anti-rethroviral therapy. Several children were in an advanced stage of the infection and had already used differents schemes of treatment.This is a case-control study, with a control group of 49 children without changes in their therapeutical scheme since January 2000 till December 2005 and the case group of 62 children that changed at least once their drugs on the same period. The objective was to identify the reasons for changing the therapeutical scheme of AIDS treatment in children with vertical contamination and how they match with treatment adhesion, throught two variables: failure of treatment and intolerance. Anamnesis data and a standard interview with open and shut questions to the caretakers were used and the results were analised with square chi test to weigh the association of variables using SPSS 8.0 for Windows. The main reasons for the treatment change were viral, inmunological or clinical worsening in 30 (48,4%); 29 (46,6%) and 22 patientes (35,5%), and in 30 (50%) cases the change occurred in less than a year of treatment which represents a strong indicative of lack of adhesion. We conclued that all kind of efforts must be made to obtain adhesion, because it can save the life of a child with AIDS.
O trabalho foi desenvolvido no Ambulatório de Infectologia do Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória (HINSG), localizado em Vitória (ES), onde são atendidos aproximadamente 230 pacientes, sendo 98 crianças expostas ao vírus HIV, em acompanhamento para definição da sua soro-positividade, e 116 em uso de terapia anti-retroviral. Muitos se encontram em fase avançada da infecção e já se submeteram a vários esquemas de tratamento disponíveis, o que dificulta o resgate. Trata-se de um estudo caso-controle, sendo o grupo controle constituído de 49 crianças que não efetuaram troca de esquema anti-retroviral no período de janeiro de 2000 até dezembro de 2005, e o grupo caso, de 62 crianças, que já efetuaram pelo menos uma troca no mesmo período. O objetivo foi Identificar as causas de mudanças de esquemas terapêuticos no tratamento de Aids em crianças contaminadas por transmissão vertical e relacionar com a adesão de tratamento por meio das variáveis: falha de tratamento e intolerância. Foram utilizados dados do prontuário e um roteiro de entrevista semi-estruturada, contendo perguntas abertas e fechadas dirigidas aos cuidadores. A análise dos dados foi pelo programa SPSS versão 8.0 para Windows, usado teste qui-quadrado para avaliar a associação das variáveis. As principais causas encontradas para mudança de tratamento foram: piora virológica, imunológica e clínica para, respectivamente, 30 (48,4%), 29 (46,6 %) e 22 pacientes (35,5%). Em 30 (50%) casos as trocas ocorreram com menos de um ano de tratamento, o que representa um forte indicativo de falta de adesão. Conclui que todos os esforços no sentido de garantir a adesão devem ser efetivados, pois isso pode significar a sobrevida da criança em tratamento de Aids.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5713
Aparece nas coleções:PPGASC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
pre-texto.pdf189.71 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.