Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5790
Título: Caracterização do bambu laminado colado como alternativa tecnológica industrial
Título(s) alternativo(s): Characterization of glue-laminated bamboo as an industrial technology alternative
Autor(es): Rosa, Rafael Amorim
Orientador: Paes, Juarez Benigno
Coorientador: Segundinho, Pedro Gutemberg de Alcântara
Vidaurre, Graziela Baptista
Palavras-chave: Bambu laminado colado
Dendrocalamus giganteus
Bambusa Vulgaris
Adesivos
Métodos não destrutivos
Tratamentos preservativos
Glued bamboo lumber
Dendrocalamus giganteus
Bambusa vlugaris
Adhesives
Non-destructive methods
Preservative treatments
Data do documento: 30-Jul-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: ROSA, Rafael Amorim. Characterization of glue-laminated bamboo as an industrial technology alternative. 2013. 90 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal do Espírito Santo, Jerônimo Monteiro, 2013.
Resumo: This study aimed to verify the technological properties of the Dendrocalamus giganteus and Bambusa vulgaris bamboo; evaluate the physical and mechanical properties of glued laminated bamboo (BLC) according to the species, the adhesives and the preservant treatments; correlate both the module break and the modulus of elasticity - MOE of BLCs obtained by means of nondestructive methods with destructive method.. For this, were produced bamboo slivers with dimensions 0,5 x 3,0 x 70,0 cm (thickness, width and lenght) with B.vulgaris and D. giganteus species over three years old. One of these bamboo slivers were immersed in water and the other part in Timbor, lasting 15 days for both treatments. The adhesives used were based emulsion polymer isocyanate (EPI), melamine urea formaldehyde (MUF); cross polyvinyl acetate (PVAc) and resorcinol formaldehyde (RF). The non-destructive methods were used Stress Wave (SW), longitudinal vibration (vib. long.) and transverse vibration (vib. trans.). It was observed that the BLCs made from B. vulgaris demonstrated greater dimensional instability than those produced with the D. giganteus. However, MUF adhesive and RF conferred greater dimensional stability for the BLCs produced with both species. Both BLCs D. giganteus and B. vulgaris in relation to the two treatments had the lowest average failure in bamboo bonded with EPI and PVA. For BLCs produced from D. giganteus bamboo, the Stress Wave method proved not to be suitable for estimating the elastic modulus to BLCs adhered with EPI, MUF, PVA and RF. The vib. Long. and vib. trans. Methods demonstrated good possibility of estimating the MOE for BLCs of D. giganteus for any adhesive. For non-destructive methods performed with BLCs B. vulgaris bamboo, Stress Wave technique proved to be suitable for the BLCs bonded with MUF and PVA. In the vib. Long. Method, the BLCs made from B. vulgaris and bonded with MUF, PVA and RF had high estimation error. Already vib.trans.method provided high coefficient of Pearson correlation (R²), proving to be the most recommended. The vib.trans.method proved to be the best in the estimation of the modulus of elasticity for both BLCs made from D. giganteus and B. vulgaris, providing the smallest errors and the highest R². According to the physical and mechanical results obtained, it can be affirmed that BLCs made with both the species of D. giganteus or B. vulgaris may be employed for the furniture production
Este trabalho teve como objetivos verificar as propriedades tecnológicas dos bambus Dendrocalamus gigateus e Bambusa vulgaris; avaliar as propriedades físicas e mecânicas dos bambus laminados colados (BLC) de acordo com as espécies, os adesivos e os tratamentos preservativos utilizados e; correlacionar tanto o módulo de ruptura MOR quanto o módulo de elasticidade MOE dos BLCs obtidos por meio dos métodos não destrutivos com o método destrutivo. Para isto, foram produzidas taliscas com dimensões de 0,5 x 3,0 x 70,0 cm (espessura x largura x comprimento) com os bambus das espécies D. gigateus e B.vulgaris com idade superior a três. Uma parte destas taliscas foi imersa em água e a outra em Timbor, com duração de 15 dias para ambos os tratamentos. Os adesivos utilizados foram à base de emulsão de isocianato polimérico (EPI); melamina ureia formaldeído - MUF; acetato de polivinílico cross PVAc e resorcinol formaldeído - RF. Os métodos não destrutivos utilizados para estimar o módulo de elasticidade dos BLCs foram o Stress Wave - SW, vibração longitudinal - vib. long. e vibração transversal - vib. trans. Observou-se que, os BLCs confeccionados com B. vulgaris demonstraram maior instabilidade dimensional que aqueles produzidos com o D. giganteus. Entretanto, os adesivos MUF e RF conferiram maior estabilidade dimensional aos BLCs produzidos com ambas as espécies. Tanto os BLCs de D. giganteus quanto o de B. vulgaris em relação aos dois tratamentos preservativos utilizados, tiveram a menor média de falhas no bambu quando aderidos com EPI e PVA. Para os BLCs produzidos com o bambu gigante, o Stress Wave demonstrou não ser indicado para estimar o módulo de elasticidade para os aderidos com EPI, MUF, PVA e RF. Os métodos de vib. long. e vib. trans. demonstraram boa possibilidade da estimação do MOE para os BLCs de D. giganteus para qualquer adesivo. Para os métodos não destrutivos realizados com os BLCs do bambu vulgar, a técnica do Stress Wave demonstrou ser indicado para os BLCs aderidos com MUF e com PVA. No método de vib. long. os BLCs B. vulgaris aderidos com MUF, PVA e RF tiveram alto erro de estimação. Já o método de vib. trans., proporcionou alto coeficiente de correlação de Pearson (R²), demonstrando ser o mais recomendado. O método de vib. trans. mostrou ser o melhor na estimação do módulo de elasticidade tanto para os BLCs confeccionados com D. giganteus quanto para os de B. vulgaris, proporcionando os menores erros e os maiores R². Em função dos resultados físicos e mecânicos obtidos, pode-se afirmar que os BLCs confeccionados tanto com a espécie de D. giganteus quanto de B. vulgaris podem ser indicados para a produção de móveis
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5790
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Rafael Amorim Rosa.pdf6.47 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.