Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5802
Título: Metodologia diagnóstica para as Unidades de Conservação Estaduais do Espírito Santo : condições para sua gestão e para prevenção e combate aos incêndios florestais
Título(s) alternativo(s): Diagnostic methodology for the State Conservation Units of the Espírito Santo : Conditions for its management and prevention and combat of forest fires
Autor(es): Tebaldi, André Luiz Campos
Orientador: 
Palavras-chave: Meio ambiente
Área natural protegida
Gestão de unidades de conservação
Prevenção e combate aos incêndios florestais
Environment
Natural protected area management
Conservation unit
Prevention and combat of forest fires
Data do documento: 17-Dez-2010
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: TEBALDI, André Luiz Campos. Diagnostic methodology for the State Conservation Units of the Espírito Santo : Conditions for its management and prevention and combat of forest fires. 2010. 90 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal do Espírito Santo, Jerônimo Monteiro, 2010.
Resumo: The research had the aim to develop diagnostic methods for the state Conservation Units of the Holy Spirit: Conditions for its management, prevention and fighting forest fires. For this analysis, we attempted to work with six specific objectives which are: to characterize the conditions and infrastructure management, to diagnose the quantitative availability of personnel and equipment to prevent and fight forest fires, identify the major causes of the occurrences of forest fires related to them with the major threats to ecosystems, identifying the size class distribution of the burned areas, identify the main types of fires, the main diagnostic prevention activities developed. The analysis included the participation of all managers of the sixteen state conservation units created by the year 2009. The results indicated that the Reserva Biológica Duas Bocas with the best conditions for management and infrastructure (82%) and the Reserva de Desenvolvimento Sustável Concha D ostra has the worst conditions (5%). Parque Estadual de Itaúnas showed greater staff shortages. Availability of operational equipment, we found that 75% of the units are fully protected at a deficit. In respect of tools identified that the Parque Estadual Cachoeira da Fumaça had the largest deficit and no protective equipment in the units. The inadequate infrastructure (14%) and hunting (12%) are the main threats to the state units. Over 50% of fires in the state units are predominantly surface area burned ranged from 0.1 to 40 hectares. Approximately 40% of causes are burns cleaner and 20% for arson. The main preventive activities carried out are inter-institutional integration and monitoring unit (22%). The results will serve as an efficient tool for planning and management for the State Government to implement actions and prevention activities in protected areas
A pesquisa teve o objetivo principal desenvolver metodologia diagnóstica para as Unidades de Conservação estaduais do Espírito Santo: Condições para sua gestão, prevenção e combate aos incêndios florestais. Buscou-se trabalhar com seis objetivos específicos sendo eles: caracterizar as condições de gestão e infraestrutura; diagnosticar a disponibilidade quantitativa de pessoal e equipamentos para prevenção e combate aos incêndios florestais; identificar os principais grupos de causa das ocorrências de incêndios florestais relacionando-as com as principais ameaças aos ecossistemas; identificar a distribuição das classes de tamanho das áreas queimadas, identificar os principais tipos de incêndios; diagnosticar as principais atividades de prevenção desenvolvidas. A análise contou com a participação de todos os gestores das dezesseis Unidades de Conservação estaduais criadas até o ano de 2009. Os resultados indicaram que a Reserva Biológica de Duas Bocas possui melhores condições para gestão e infraestrutura (82%) e a Reserva de Desenvolvimento Sustentável Concha D ostra possui piores condições (5%). O Parque Estadual de Itaúnas apresentou maior déficit de pessoal. Na disponibilidade de equipamentos operacioais, observou-se que 75% das Unidades de proteção integral estão com déficit. Na relação de ferramentas identificou-se que o Parque Estadual da Cachoeira da Fumaça apresentou o maior déficit e não há equipamentos de proteção individual nas Unidades. A infraestrutura inadequada (14%) e a caça (12%) são as principais ameaças às Unidades estaduais. Mais de 50% dos incêndios nas Unidades estaduais são de superfície com predominância de área queimada variando de 0,1 à 40 hectares. Aproximadamente 40% das causas são queimas para limpeza e 20% incendiários. As principais atividades preventivas realizadas são integração interinstitucional e vigilância da unidade (22%). Os resultados servirão como uma eficiente ferramenta de planejamento e gestão para o Governo do Estado implementar ações e atividades preventivas nas Unidades de Conservação
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5802
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao de Andre Luiz Campos Tebaldi (2).pdf3.74 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.